Zé Roberto vê Neymar mais maduro e em 'totais condições' de ser melhor do mundo

Ex-jogador analisou vitória do Bayern de Munique, por onde jogou, na final da Liga dos Campeões sobre o PSG

Da CNN
24 de agosto de 2020 às 13:50

Ex-jogador do Bayern de Munique, Zé Roberto falou à CNN, nesta segunda-feira (24), sobre a conquista do sexto título na Liga dos Campeões neste domingo (23), superando o Paris Saint-Germain (PSG) de Neymar, Thiago Silva e Marquinhos. Os alemães venceram por 1 a 0, gol de Coman aos 14 minutos do segundo tempo.

A partida foi disputada no Estádio da Luz, em Lisboa, com as arquibancadas vazias, em função da pandemia do novo coronavírus, mas bateu recorde de público. A final foi vista simultaneamente por mais de 4 milhões de pessoas por meio da página do Esporte Interativo no Facebook. 

Leia e assista também:

Bayern 1 x 0 PSG: Veja os melhores momentos da final da Liga dos Campeões
Bayern vence PSG de Neymar e conquista Liga dos Campeões pela sexta vez
Sem título, Neymar não deve fazer frente a Lewandowski como melhor do mundo

Zé Roberto avaliou a vitória do time e falou sobre o futuro de Neymar, que sem título, não deve fazer frente a Lewandowski como melhor do mundo.

"É uma imagem comovente. O choro é muito particular, onde termina a partida e começa a vir muitas reflexões. E, com certeza, a maior reflexão que veio na cabeça do Neymar é que ele deve ter falado para ele mesmo que chegou tão perto de poder conquistar essa competição e possivelmente ser eleito o melhor do mundo", disse o ex-jogador, sobre a reação do brasileiro.

Ex-jogador do Bayern de Munique, Zé Roberto fala à CNN
Ex-jogador do Bayern de Munique, Zé Roberto fala à CNN
Foto: CNN (24.ago.2020)

O ex-jogador ainda afirmou que o jogo mostrou que o brasileiro "tem totais condições de ser o melhor jogador do mundo, até porque dois monstros estão terminando uma geração, o Messi e o Cristiano Ronaldo." "Nesse jogos da Liga dos Campeões, vimos um Neymar mais maduro [em campo] e que não está jogando só no individual, mas no coletivo", completou.

Para ele, Neymar precisa apenas de mais foco. "Não foi dessa vez, mas acredito que, na próxima temporada, se ele mantiver focado somente na carreira dele, tem totais condições de um dia se tornar o melhor do mundo", observou.

(Edição: Leonardo Lellis)