Messi não se reapresenta aos treinos do Barcelona

Notícia surge um dia após o astro de 33 anos não comparecer a uma testagem para o novo coronavírus organizada pelo clube

Por Aleks Klosok e John Sinnott, da CNN
31 de agosto de 2020 às 14:56
Messi teria conversado por telefone com Pep Guardiola na semana passada para discutir uma possível transferência ao City
Foto: Manu Fernandez / Reuters

O atacante Lionel Messi não compareceu nesta segunda (31) ao primeiro treino do Barcelona após as férias. A informação foi confirmada à CNN Sport por uma fonte do clube.

A fonte se manteve anônima por conta das regras do Barcelona sobre comunicados à imprensa.

Leia mais:
Contrato de Messi segue válido, diz La Liga, após jogador não comparecer a exame

A notícia surge um dia após o astro de 33 anos não comparecer a uma testagem para o novo coronavírus organizada pelo clube. A atitude gerou dúvidas sobre a permanência do atleta no campeonato espanhol de futebol.

De acordo com as regras da La Liga, sem ter realizado o teste para Covid-19, Messi não poderá participar dos treinos da pré-temporada com o novo treinador Ronald Koeman. Os jogos da temporada 2020-21 devem começar daqui duas semanas.

A fonte negou à CNN a notícia que circula pela imprensa espanhola e britânica de que o pai e empresário de Messi, Jorge Messi, iria se encontrar com a diretoria do clube nesta semana para discutir o futuro do atleta.

A imprensa também reportou que Messi acredita na existência de uma cláusula em seu contrato que o permitiria sair do Barcelona ainda neste inverno sem que precise pagar uma multa.

A cláusula teria expirado no dia 10 de junho, mas Messi e seus advogados creem que ele ainda possui esse direito por conta das mudanças no calendário futebolístico causadas pela pandemia de Covid-19.

De toda forma, o Barcelona insiste que ele deve seguir o contrato a não ser que a multa de quebra seja paga. A multa é estimada em cerca de 700 milhões de euros, que equivale a cerca de 4,57 bilhões de reais.

"O clube não está disposto a começar negociações sobre a saída do atleta. O posicionamento do clube é que Messi possui um contrato válido até 30 de junho de 2021, o qual o clube gostaria de renovar", acrescentou a fonte.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original em inglês)