80% dos japoneses querem que Olímpiada de Tóquio seja adiada ou cancelada


Da Reuters
10 de janeiro de 2021 às 09:40 | Atualizado 10 de janeiro de 2021 às 12:35

 

Cerca de 80% da população Japão diz que a Olimpíada de Tóquio deste ano deveria ser cancelada ou adiada, enquanto as preocupações sobre um aumento de casos de coronavírus em todo o país aumentam, mostrou uma pesquisa da Kyodo News divulgada neste domingo (10).

A pesquisa constatou que 35,3% desejam o cancelamento dos Jogos e 44,8% preferem outro adiamento. O maior evento multiesportivo do mundo, adiado no ano passado devido à pandemia, está programado para ser realizado de 23 de julho a 08 de agosto na capital japonesa.

Leia também:
Jogos de Tóquio vão desembolsar US$900 milhões em medidas contra o coronavírus
Organizadores estimam que adiamento dos Jogos de Tóquio custou US$ 1,9 bilhão
Corinthians, Cruzeiro e Botafogo: os clubes de futebol que mais devem no Brasil

O primeiro-ministro Yoshihide Suga declarou estado de emergência para a região da grande Tóquio na última quinta-feira (07) e pode estender a medida a outras áreas, enquanto o Japão luta para conter o aumento das infecções.

Suga está sendo criticado por sua maneira de lidar com a pandemia e sua taxa de apoio tem caído desde que ele assumiu o cargo em setembro.

Pessoa com máscara e face shield em frente à símbolos das Olimpíadas, em Tóquio
A pandemia mudou as expectativas para as Olimpíadas de Tóquio
Foto: REUTERS/Issei Kato

A taxa de aprovação de seu gabinete caiu 9 pontos em relação ao mês anterior para 41,3%, com a taxa de desaprovação em 42,8%, mostrou a pesquisa da Kyodo.

Cerca de 79% acreditam que a decisão de Suga de declarar o estado de emergência para Tóquio veio tarde demais e 68% se mostram insatisfeitos com a resposta do governo à pandemia, descobriu a pesquisa.