Anderson Silva dá treinamento a policiais federais, no Rio de Janeiro

equipe da CNN flagrou o lutador no pátio da instituição, acompanhado de alguns policiais federais

Isabelle Saleme, da CNN, no Rio de Janeiro
18 de fevereiro de 2021 às 17:59 | Atualizado 19 de fevereiro de 2021 às 09:03
Anderson Silva dá treinamento a policiais federais, no Rio de Janeiro
Anderson Silva dá treinamento a policiais federais, no Rio de Janeiro
Foto: Divulgação/Pablo Chasseraux

O lutador Anderson Silva, de 45 anos, conhecido como “Spider” (aranha, em português), esteve na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro para dar um treinamento de defesa pessoal para alguns agentes. Segundo a PF, a ação fez parte de um seminário que costuma acontecer periodicamente na instituição.

A equipe da CNN flagrou o lutador no pátio da instituição, acompanhado de alguns policiais federais. Ele usava roupas de treino e uma bandana tubular. Ainda de acordo com a PF, o curso foi voltado a cerca de 30 policiais, que fazem parte do Grupo de Intervenção Tática.

Anderson Silva
Foto: CNN

Há pelo menos dois anos, o lutador dá treinamentos semelhantes a jovens policiais, em início de carreira, nos Estados Unidos, onde ele mora. O atleta sempre teve uma ligação e carinho com as forças de segurança, já que veio de uma família de policiais, em Curitiba, no sul do país. Segundo a assessoria, a ideia do Spider é contribuir com os movimentos de artes marciais que domina para que os policiais possam ter mais segurança na ação e precisem usar menos as armas.

Nas redes sociais, Anderson Silva comentou a ação nesta quinta-feira (18), na Superintendência da PF no Rio. “Estive, sim, hoje o dia todo com um grande amigo e instrutor de tiro visitando e ministrando um seminário técnico, para um grupo seleto de policiais da PF. Por paixão e amor ao meu trabalho e principalmente por conhecimento os quais me sinto honrado em trocar com as forças de segurança do Brasil. Tenho muitos amigos nas corporações e sempre que sou convidado dentro do possível tento encontrar tempo pra ajudar no treinamento não só das forças de segurança do Brasil, mas de fora também, como Líbano e EUA, sempre fazendo com amor e com responsabilidade meu trabalho, sempre será uma honra poder colaborar com as forças de segurança do meu país”, postou na legenda de uma foto tirada durante o seminário.

Apesar de não ter anunciado oficialmente a aposentadoria, Anderson Silva subiu no octógono pela última vez no ano passado. Na época, o brasileiro, ex-campeão dos pesos médios, foi nocauteado pelo jamaicano Uriah Hall.