São Paulo goleia Mirassol e decidirá Paulistão contra Palmeiras

Tricolor está em jejum de títulos desde 2012 e terá desafio de sair da fila em decisão contra rival

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
16 de maio de 2021 às 22:46 | Atualizado 16 de maio de 2021 às 22:51
São Paulo Palmeiras final Paulista
Luciano jogador do São Paulo comemora seu gol durante partida contra o Mirassol no estádio Morumbi pelo campeonato Paulista 2021
Foto: Marcello Zambrana/AGIF

O São Paulo goleou neste domingo (16) o Mirassol, em partida válida pela semifinal do Campeonato Paulista. Com a vitória por 4 a 0 no Morumbi, o tricolor vai à final, enfrentando o rival Palmeiras, que mais cedo bateu o Corinthians.

Apesar do favoritismo do São Paulo, o Mirassol buscou o jogo no primeiro tempo e criou oportunidades. O tricolor só tirou o zero do placar já perto do intervalo, aos 44 minutos, quando Benítez bateu escanteio, a bola desviou em Arboleda e entrou no gol.

A virada à frente do placar animou o São Paulo, que dominou o segundo tempo, com gols de Pablo, Gabriel Sara e Luciano. Com a vitória, o tricolor chega à sua primeira final sob o comando do técnico argentino Hernán Crespo. O São Paulo amarga um jejum de títulos desde 2012, quando conquistou a Copa Sul-Americana. A última taça do Campeonato Paulista foi conquistada em 2005.

O adversário é o Palmeiras, atual campeão da competição. O alviverde bateu o Corinthians em partida disputada na Neo Química Arena. O time do técnico português Abel Ferreira venceu o adversário por 2 a 0. Após o jogo, o Corinthians anunciou a demissão do técnico Vágner Mancini.

São Paulo 4 x 0 Mirassol

Local e hora: Morumbi, domingo (16), às 20h30

Gols: Arboleda, aos 44' do primeiro tempo; Pablo aos 4', Gabriel Sara aos 11' e Luciano aos 28' do segundo tempo.

São Paulo - Tiago Volpi; Igor Vinícius, Miranda, Arboleda e Léo; Luan (William), Liziano (Rodrigo Nestor), Gabriel Sara (Igor Gomes) e Benítez (Joao Rojas); Reinaldo e Pablo (Luciano). Técnico: Hernán Crespo

Mirassol - Alex Muralha; Daniel Borges, Renê, Danilo Boza e Ernandes; Sousa (Daniel), Neto Moura e Cássio Gabriel (Raphael Macena); Pedro Lucas (Du), Diego Gonçalves (Mateus Anderson) e Fabrício (Lucas Silva). Técnico: Eduardo Baptista