Tóquio: nigeriano é 1º delegado olímpico hospitalizado com Covid-19

Homem não é atleta e foi levado ao hospital por 'precaução', disse emissora

Reuters
16 de julho de 2021 às 15:27 | Atualizado 16 de julho de 2021 às 20:22

 

Um delegado olímpico da Nigéria se tornou o primeiro visitante dos Jogos de Tóquio hospitalizado com Covid-19, noticiou a emissora de televisão Asahi nesta sexta-feira (16), enquanto o Japão luta para conter uma alta de infecções locais a uma semana do evento.

O indivíduo de cerca de 60 anos, que não é atleta, foi diagnosticado na noite de quinta-feira (15) no aeroporto com sintomas amenos, mas hospitalizado por causa da idade e de problemas de saúde preexistentes, disse a emissora, sem dar detalhes.

Também nesta sexta-feira, o Comitê Olímpico Australiano disse que o tenista Alex de Minaur, o 15º do ranking, foi diagnosticado antes de viajar para os Jogos, tornando-se o atleta mais recente a ver seu sonho olímpico destruído pelo vírus.

"Estamos muito decepcionados por Alex", disse o chefe da delegação australiana, Ian Chesterman, aos repórteres.

Outro sonho olímpico frustrado foi o do jogador de basquete norte-americano Bradley Beal. Na quinta-feira (15), a USA Basketball disse que o astro do Washington Wizards foi submetido a protocolos do coronavírus em um campo de treinamento de Las Vegas e perderá os Jogos.

O coronavírus infectou vários atletas e outros envolvidos com a Olimpíada, que começa no dia 23 de julho, no momento em que as infecções se disseminam em Tóquio e especialistas alertam que um quadro pior pode estar adiante.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse a quinta-feira que existe um risco "zero" de participantes dos Jogos infectarem moradores do Japão com Covid-19, apesar de os casos terem atingido uma alta de seis meses na cidade-sede.

Covid-19 pode causar problemas na realização da Tóquio 2020 novamente
Foto: James Matsumoto/SOPA Images/LightRocket via Getty Images