Após goleada na Libertadores, Fábio Carille é demitido do Athletico-PR

Athletico também comunicou a saída do diretor de futebol do clube e de auxiliares

Fábio Carille durante atuação como técnico do Athlético Paranaense
Fábio Carille durante atuação como técnico do Athlético Paranaense Reprodução/Instagram

Giovanna Galvanida CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O treinador Fábio Carille divulgou, nesta quarta-feira (4), ter sido demitido do comando do Athlético Paranaense após a goleada sofrida pelo Furacão na Copa Libertadores, na qual perdeu por 5 a 0 para o The Strongest, da Bolívia, na terça-feira (3).

O comunicado foi divulgado por Carille por meio de uma postagem nas redes sociais, onde expressa descontentamento pelo pouco tempo que teve para trabalhar no clube. O técnico foi contratado no dia 13 de abril.

“Cheguei ao clube no dia 13 de abril e fiz questão de começar a trabalhar imediatamente, por sabia que seria pouco tempo de treino para muitos jogos importantes. Infelizmente, 21 dias depois, o nosso projeto se encerrou”, escreveu Carille.

“Vim ao clube empolgado para trabalhar, organizar essa equipe que pode render muito mais, porém não houve tempo para isso”, afirmou antes de descrever o processo de trabalho do último mês.

“Foram 21 dias e 7 jogos. Outros 7 dias foram para treinos de jogadores que não atuaram e recuperação aos que atuaram. Os outros 7, treino pré-jogo, que chamamos de ‘apronto’, no qual você faz tentativas de organizações, sem tempo para repetições e trabalhos específicos”, continou.

“Saio triste por não ter este tempo para colocar o nosso trabalho em prática, mas de cabeça erguida por trabalhar ao máximo e respirar o clube em toda e qualquer oportunidade que tivemos”, finalizou, agradecendo à torcida do clube pelo apoio.

No momento da publicação do agora ex-técnico, o Athletico ainda não havia se posicionado. Porém, horas depois, afirmou em um comunicado que, além de Carille, também estão de saída os auxiliares Leandro da Silva e Denis Faria Luup e o diretor de Futebol da equipe, Fernando Yamada.

Com a derrota para o The Strongest, o Furacão encontra-se na lanterna do Grupo B da Libertadores da América. Ainda há chances de buscar a classificação para a próxima fase.

No Brasileirão, o time se encontra na 16ª colocação, com três pontos acumulados de uma vitória. Já foram três derrotas até o momento.

Mais Recentes da CNN