Castro se diz ‘futebolisticamente’ favorável à final da Copa América no RJ

Governador do Rio de Janeiro disse que vai decidir sobre o evento com o prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes

Governador afirmou que debaterá com o prefeito Eduardo Paes a realização do evento no Rio de Janeiro
Governador afirmou que debaterá com o prefeito Eduardo Paes a realização do evento no Rio de Janeiro Foto: André Melo Andrade/Immagini/Estadão Conteúdo

Jaqueline Frizon, da CNN, no Rio de Janeiro 

Ouvir notícia

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), afirmou nesta segunda-feira (31) que é “futebolisticamente” favorável à realização da final da Copa América no estádio do Maracanã, na capital fluminense, mas que debaterá a possibilidade com especialistas e o prefeito da cidade, Eduardo Paes (PSD). 

“Futebolisticamente eu sou favorável, mas não é minha opinião que vale, é a opinião técnica. Principalmente com o prefeito da cidade que receberia, que é do Rio de Janeiro”, disse Castro quando perguntado sobre a possibilidade, durante a inauguração de um centro multidisciplinar para pacientes pós-Covid no Hospital Universitário Pedro Ernesto.

Prefeito e governador devem se encontrar nesta terça-feira (1º) para decidir conjuntamente o assunto. “Eu ainda não conversei com ele [Paes]. Ficamos de sentar terça-feira para conversar. O Maracanã sempre será a casa da Seleção, mas o STF disse que tem que ter sempre esse acordo entre prefeitos e governadores. Amanhã a gente deve tomar a decisão com certeza. Eu vou conversar com o prefeito, vamos analisar dados”, afirmou Castro. 

Copa América no Brasil

A Conmebol confirmou o Brasil como sede da Copa América nesta segunda-feira. O torneio deve começar no próximo dia 13 e terminar em 10 de julho. O país foi escolhido no lugar da Argentina e da Colômbia.

A Copa América foi cancelada na Colômbia por causa de protestos e, na Argentina, por causa da pandemia.

No início da noite desta segunda-feira, o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, falou brevemente sobre a possibilidade de o Brasil sediar o evento. De acordo com ele, ainda não há “nada certo”.

“Fomos muito criticados por alguns governadores e outras pessoas por a gente estar manifestando, ainda não tem nada certo. Quero pontuar de uma forma bem clara. Estamos no meio do processo, mas não vamos nos furtar a uma demanda, caso seja possível atender”, disse.

Segundo ele, a realização do torneio seria um pedido da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). “Por que o Brasil vai sediar a Copa América durante a pandemia? Primeiro, porque foi uma demanda que foi realizada via CBF, pela Conmebol”, disse, acrescentando que será responsabilidade da Confederação a definição das sedes e a negociação com estados e municípios.

Mais Recentes da CNN