CBF demite Walter Feldman e anuncia Eduardo Zebini como secretário-geral

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O presidente interino da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Coronel Nunes, promoveu uma mudança no segundo principal posto da entidade. Walter Feldman foi dispensado do cargo de secretário-geral, que exercia desde 2015. O diretor de mídia Eduardo Zebini vai assumir a função.

“Eduardo Zebini é o novo Secretário-Geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Ele foi nomeado nesta quinta-feira (17), em substituição a Walter Feldman, que deixa a entidade. A CBF agradece a Feldman pelos relevantes serviços prestados ao longo dos últimos seis anos. Experiente profissional de comunicação, Zebini assumiu em abril de 2020 a Diretoria de Mídia da CBF, cargo que acumulará temporariamente com a Secretaria Geral”, informou a CBF em nota.

Médico de formação, Walter Feldman chegou ao futebol oriundo da política. Filiado ao PSDB, o político foi duas vezes deputado estadual e três vezes deputado federal. Sua aproximação ao esporte começou em 2007, quando foi nomeado secretário municipal da área em São Paulo pelo então prefeito Gilberto Kassab (à época DEM, hoje PSD).

Sua chegada à CBF foi em 2015, quando Marco Polo Del Nero, ex-presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), assumiu a entidade. Del Nero foi banido do futebol pela FIFA em abril de 2018.

Walter Feldman foi mantido como secretário-geral quando o atual presidente, Rogério Caboclo, foi eleito no ano passado. Caboclo está afastado pelo Comitê de Ética da CBF em razão de uma acusação de assédio sexual. 

Walter Feldman
Walter Feldman, ex-deputado e ex-dirigente da CBF
Foto: CBF/Divulgação

Mais Recentes da CNN