Clubes e entidades esportivas lamentam morte de ex-jogador Freddy Rincón

"O futebol está de luto", declarou o América de Cali; Corinthians, Santos e Palmeiras relembraram atuação do jogador no Brasil

O jogador Freddy Rincón atuando pelo Corinthians
O jogador Freddy Rincón atuando pelo Corinthians Crédito: PAULO PINTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Danilo MoliternoHenrique AndradeGiovanna Galvanida CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Clubes de futebol e entidades esportivas internacionais lamentaram, nesta quinta-feira (14), a morte do ex-jogador colombiano Freddy Rincón — que passou por times brasileiros e europeus, além de ter obtido destaque junto à seleção colombiana.

Rincón faleceu na noite de quarta-feira (13) após sofrer um acidente de carro. O ex-jogador foi internado com uma lesão cerebral traumática após o carro onde estava ser atingido por um ônibus na madrugada de segunda (11). Rincón tinha 55 anos.

Em nota, a Federação Colombiana de Futebol afirmou que a morte de Rincón “representa uma grande perda para sua família e amigos, e também é uma partida infeliz para o nosso esporte, onde sentiremos sua falta e o lembraremos com muito carinho, apreço, respeito e admiração. Enviamos força, apoio e nossas condolências à sua família”.

O América de Cali, clube colombiano por onde Freddy Rincón ganhou duas Ligas da Colômbia, declarou que “o futebol está de luto”: “Faleceu Freddy Rincón, lenda do futebol colombiano. Expressamos nossa solidariedade e sinceras condolências à sua família e amigos neste momento difícil. Obrigado por tantas alegrias, Colossus!”.

Nas redes sociais, clubes brasileiros relembraram a passagem de Rincón. Pelo Corinthians, Rincón marcou época em uma equipe que tinha Marcelinho, Ricardinho, Luizão, Dida, Vampeta e outros craques. O colombiano foi o capitão e responsável por levantar a taça do primeiro Mundial de Clubes da Fifa do Timão.

“É com muita tristeza que nos despedimos de um grande ídolo”, diz comunicado do time. “Eternamente em nossos corações”.

“A lenda colombiana defendeu o Peixão entre os anos de 2000 e 2001. Nossos sentimentos a todos os amigos e familiares do craque, que jamais será esquecido pela nação santista. Descanse em paz, Rincón!”, diz publicação do Santos.

“Lamentamos profundamente o falecimento do ex-jogador colombiano Freddy Rincón, campeão pelo Palmeiras e ídolo em seu país. Desejamos muita força aos familiares, amigos e fãs neste momento difícil!”, escreveu o Palmeiras.

Além de outros nomes nacionais, como o Flamengo e o São Paulo, times internacionais também prestaram suas homenagens ao ex-jogador. Entre eles, o Real Madrid — onde Rincón foi o primeiro colombiano a atuar entre 1995 e 1996.

“O Real Madrid deseja expressar suas condolências e seu amor e carinho a todos os seus parentes, companheiros e treinadores, seus clubes e todos os seus entes queridos”, disse o clube em uma nota.

Entidades do futebol, como a Fifa e a Conmebol, foram às redes para expressar as condolências pela morte do ex-jogador. “Nós nos juntamos a muitos no futebol para lembrar Freddy Rincón”, escreveu a Fifa.

Carreira

Freddy Rincón jogou por clubes colombianos, brasileiros e europeus, como CorinthiansPalmeiras, Napoli, além de ser o primeiro colombiano a atuar pelo Real Madrid. Ele também foi jogador da seleção colombiana de 1990 a 2001, período em que participou de três Copas do Mundo.

Na seleção da Colômbia, disputou três Copas do Mundo e marcou um dos gols mais importantes da história colombiana no torneio. Em 1990, então com 24 anos, foi o autor do tento que empatou a partida contra a Alemanha Ocidental aos 47 do segundo tempo, e garantiu a inédita classificação colombiana para as oitavas de final da Copa.

Mais Recentes da CNN