CNN visita vila olímpica dos Jogos de Tóquio; assista

Atletas vão dormir em camas de papelão reciclável, que podem aguentar mais de 180 quilos

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

As delegações que vão aos Jogos Olímpicos de Tóquio vão encontrar uma vila olímpica criada de acordo com as regras de segurança da pandemia de Covid-19.

Barreiras em acrílico, uso de máscaras, rastreamento e uma clínica — são todos sinais de uma Olimpíada como nenhuma outra.

A CNN entrou na vila olímpica e mostra, direto de Tóquio, a casa dos atletas durante o maior evento esportivo do mundo.

Há sempre um lugar de festa e comemoração, mas a vila será agora uma bolha antissocial e higienizada: cheia de testes para Covid-19, postos de saúde e distanciamento social.

Na praça da vila, há tudo que os atletas precisam: cafeteria, banco, salão de cabeleireiro, locais para uso de internet e muito mais. Normalmente é um lugar para os atletas socializarem. Em vez disso, haverá placas para servir como lembretes para o uso de máscaras e para o distanciamento social.

São cerca de 3.800 quartos em 21 prédios para abrigar os atletas.

Os atletas precisam dividir os quartos — o que, segundo especialistas em saúde pública, aumenta o risco de disseminação de infecções pelo novo coronavírus.

Os competidores também vão dormir em camas de papelão reciclável, que podem aguentar mais de 180 quilos.

Os organizadores ainda preparam testes de Covid-19 todos os dias para os atletas. Se o teste der positivo, eles terão que ir a uma clínica e fazer o exame novamente.

Mais Recentes da CNN