COI autoriza, e alemã usará faixa com símbolo LGBTQIA+ no hóquei

Nike Lorenz vestirá as cores do arco-íris nas Olimpíadas; pelo mesmo gesto, o goleiro Neuer, astro da seleção de futebol, incomodou a Uefa na última Eurocopa

Nike Lorenz, da seleção feminina de hóquei da Alemanha
Nike Lorenz, da seleção feminina de hóquei da Alemanha Foto: Instagram/Divulgação

Paulo Junior, colaboração para a CNN

Ouvir notícia

O Comitê Olímpico Internacional autorizou que a alemã Nike Lorenz, capitã da seleção feminina de hóquei, use uma faixa com as cores do arco-íris como manifestação de apoio à comunidade LGBTQIA+.

Ela vestirá a peça nas meias já na abertura da disputa no domingo (25), contra a Grã-Bretanha, em jogo válido pelo grupo A da competição.

Depois de jogadoras do futebol se ajoelharem em protesto contra a violência racial, em gesto prévio aos jogos que tem se espalhado por todo o mundo, a faixa colorida no hóquei será mais uma marca dos Jogos.

“Estamos satisfeitos por termos encontrado um jeito conjunto que permite ao time de hóquei fazer sua declaração sócio-política”, divulgou o presidente da Confederação Olímpica Alemã (DOSB), Alfons Hormann.

Vale lembrar que na última Eurocopa de futebol a Federação Alemã informou que a Uefa chegou a abrir uma investigação sobre o uso da braçadeira com as cores do arco-íris por parte do goleiro Manuel Neuer. No fim, o caso foi arquivado por se tratar de uma “boa causa”.

No mesmo evento, a entidade europeia não permitiu que o Allianz Stadium, em Munique, fosse iluminado com as cores LGBTQIA+ para o jogo entre Hungria e Alemanha.

Mais Recentes da CNN