Com Corinthians e Athletico-PR, Brasil terá 6 times nas oitavas da Libertadores

Equipes ficaram em segundo lugar nos seus grupos; confrontos serão definidos por sorteio nesta sexta-feira (27)

Adson, do Corinthians, comemora seu gol em partida contra o Always Ready, pela Copa Libertadores da América
Adson, do Corinthians, comemora seu gol em partida contra o Always Ready, pela Copa Libertadores da América ONALDO BARRETO/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO

Leandro Silveiracolaboração para a CNN

Ouvir notícia

O Brasil terá seis representantes nas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Nesta quinta-feira (26), no último dia da fase de grupos, Corinthians e Athletico-PR sacramentaram suas classificações em jogos em casa.

Mas enquanto o time paulista decepcionou e deixou escapar a liderança do Grupo E ao só empatar por 1 a 1 com o Always Ready, da Bolívia, a equipe paranaense goleou o Caracas, da Venezuela, por 5 a 1, para ser o segundo colocado do Grupo B.

Assim, dos 8 times brasileiros que disputaram a fase de grupos, apenas dois foram eliminados: Red Bull Bragantino e América-MG. Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG se classificaram na liderança dos seus grupos, enquanto Fortaleza, Athletico-PR e Corinthians ficaram na segunda posição.

Isso significa que a Libertadores pode ter confrontos entre clubes brasileiros já nas oitavas de final. A definição sairá nesta sexta-feira (27), às 13 horas, quando a Conmebol sorteará os duelos da próxima fase e o chaveamento das etapas seguintes. Sem restrições, o sorteio definirá jogos de líderes de grupos diante de equipes que ficaram em segundo lugar nas suas chaves.

Atual bicampeão da Libertadores, o Palmeiras foi o destaque da fase de grupos, com 100% de aproveitamento e incríveis 25 gols marcados na chave A, sendo 7 de Rafael Navarro, o artilheiro da competição. O Flamengo, embora pressionado por resultados ruins no Brasileirão, se saiu bem no torneio continental, com a 3ª melhor campanha, na liderança do Grupo H, com 16 pontos.

O Atlético-MG também ficou à frente na sua chave, a D, com 11 pontos, com a quinta melhor campanha. Mas o time mineiro não teve muito o que comemorar neste meio de semana, pois viu cair uma invencibilidade de 18 jogos na Libertadores ao perder por 2 a 1 para o Tolima na quarta-feira (25).

Já Fortaleza e Athletico-PR ficaram na segunda posição nos seus grupos, ambos com 10 pontos. E a vaga para o time cearense veio com muita emoção, pois precisou vencer o Colo Colo por 4 a 3, no Chile, na terça-feira, para avançar no Grupo F. Já o Corinthians fez 9 pontos.

Mas não é só o Brasil que tem seis representantes nas oitavas de final da Libertadores, pois a Argentina também colocou seis clubes no mata-mata. São eles: River Plate, Estudiantes, Colón e Boca Juniors, todos líderes dos seus grupos, além de Talleres e Vélez Sarsfield.

O Paraguai, com Libertad e Cerro Porteño, terá dois times na próxima fase, com o colombiano Tolima e o equatoriano Emelec completando a relação de 16 classificados. A Conmebol reservou os meios de semana de 28 a 30 de junho e de 5 a 7 de julho para a disputa das oitavas de final da Libertadores.

Corinthians decepciona, mas avança

Mesmo com o Always Ready não utilizando na força máxima, o Corinthians só empatou por 1 a 1 na Neo Química Arena, pela rodada final do Grupo E. Assim, ficou com 9 pontos, na segunda posição, sendo ultrapassado pelo Boca Juniors, que se impôs em casa e venceu o Deportivo Cali por 1 a 0, eliminando o time colombiano e chegando aos 10.

Diante de um adversário já eliminado, o Corinthians também poupou os titulares e não pôde usar Cássio, lesionado. E não teve problemas para abrir o placar com Adson, aos 18 minutos. O time ainda teve um gol de Júnior Moraes anulado, por falta de Mosquito, e parecia ter o jogo sob controle. Aos 43 minutos, porém, um erro de Robson Bambu na saída de jogo custou caro. E Jonathan Borja empatou o duelo.

Para evitar o risco da derrota, que o eliminaria, Vítor Pereira acionou, na etapa final, Renato Augusto, Jô e Willian, que chegou a acertar a trave em disparo da entrada da área, assim como Bambu em cabeceio nos minutos finais. E o gol que garantiria o primeiro lugar ao Corinthians não saiu, para decepção da maior parte dos 39.938 torcedores presentes ao estádio.

Athletico-PR avança com goleada

Cuello superado por Rivillo durante Athletico x Caracas partida pela Copa Libertadores da América / CARLOS PEREYRA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Na Arena da Baixada, o Athletico-PR obteve a sua vaga nas oitavas de final com um primeiro tempo avassalador. Afinal, marcou 3 gols na metade inicial do jogo contra o Caracas, depois sacramentando a vitória na etapa final, por 5 a 1. Christian e Pablo foram os destaques do jogo, com 2 gols cada.

Diante de 24.076 torcedores, Pablo encaminhou a classificação do Athletico-PR ao marcar dois gols em um intervalo de três minutos, aos 19 e aos 22 do primeiro tempo. Já Christian foi às redes aos 46 minutos da etapa inicial e aos 26 da segunda. Entre um gol e outro, Rivero diminuiu para o Caracas. Mas Pedro Rocha selou a goleada aos 30.

A vitória ampliou o bom começo de Felipão à frente do Athletico-PR, com três vitórias, todas em casa, sendo duas delas pela Libertadores, e uma derrota, como visitante. E o fator casa foi determinante para a classificação do time, pois a equipe ganhou os 3 jogos que disputou no seu estádio, só fazendo mais um ponto na fase de grupos. Ficou, assim, com 10, em segundo lugar, atrás do Libertad pelo saldo de gols (1 a 2). O time paraguaio também avançou com goleada, por 4 a 1, sobre o The Strongest.

Mais Recentes da CNN