Com dois de pênalti, Cruzeiro goleia Pouso Alegre e sobe para segundo no Mineiro

Time ultrapassou o Athletic e ainda tem chances de ficar à frente do Atlético-MG na rodada final

Comemoração do gol de João Paulo, do Cruzeiro
Comemoração do gol de João Paulo, do Cruzeiro Hedgard Moraes/Estadão Conteúdo

Leandro Silveiracolaboração para a CNN

Ouvir notícia

Já classificado às semifinais do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro ascendeu para o segundo lugar neste domingo. Com dois gols de pênalti, venceu o Pouso Alegre por 5 a 1, no Mineirão, pela penúltima rodada da primeira fase. Assim, ultrapassou, pelos critérios de desempate, o Athletic, que derrotou a Caldense por 1 a 0.

O Atlético é o líder com 25 pontos e 15 gols de saldo, seguido por Cruzeiro e Athletic, ambos com 22 e separados por saldos de 11 e 10, respectivamente. Na rodada final, o trio duelará para ficar nos dois primeiros lugares, que têm a vantagem do empate no somatório dos placares dos jogos das semifinais, sendo mandante no duelo de volta. A Caldense, com 18 pontos, é a quarta colocada, também já garantida no mata-mata.

Derrotado pelo Cruzeiro, o Pouso Alegre é o lanterna do Mineiro, com seis pontos.  Na última rodada, tentará evitar o rebaixamento – dois times caem –, assim como URT e Patrocinense, ambos com sete, e o Uberlândia, com nove.

Cruzeiro goleia para assumir segundo lugar

Para o duelo com o Pouso Alegre, o Cruzeiro mais uma vez não teve o técnico Paulo Pezzolano, suspenso, no banco de reservas. E não pôde contar com Edu, ainda em recuperação do choque na cabeça ocorrido no clássico com o Atlético, o que levou o auxiliar Martin Varini a colocar em campo Waguininho. Além disso, João Paulo ganhou uma chance no meio-campo.

Com essas novidades, o que se viu em campo foi um Cruzeiro intenso no primeiro tempo, embora os gols tenham demorado a sair. O time teve chances aos 7, em disparo fraco de Waguininho dentro da área, e em duas finalizações de Rômulo, aos 19, em cobrança de falta, e aos 31, de fora da área, em que deu trabalho ao goleiro Alencar.

E o gol saiu em uma jogada na qual se viu a intensidade da marcação no campo de ataque. Aos 37 minutos, Canesin roubou a bola e acionou Waguininho na área. Ele passou para Vitor Roque, que tocou para Canesin finalizar com uma cavadinha, Alencar espalmou, mas Daniel mandou para as redes no rebote.

O Cruzeiro poderia ter ficado em situação ainda mais confortável no lance seguinte, mas Vitor Roque perdeu a chance de marcar. E o Pouso Alegre empatou aos 41, num lance em que o time celeste reclamou de falta em Fernando Canesin. Carlinhos recebeu passe na entrada da área, driblou Lucas Oliveira e bateu no canto direito. Só que o time da casa voltou a marcar antes do intervalo. Aos 46, após cobrança de falta, a bola sobrou para Waguininho, que girou sobre o marcador e bateu rasteiro: 2 a 1 para o Cruzeiro.

A tranquilidade, que não veio no primeiro tempo, apareceu logo no começo da segunda etapa para o time celeste. Afinal, a arbitragem marcou pênalti por entender que a bola tocou no braço de Luanderson após bicicleta de Willian Oliveira. Aos 10, João Paulo bateu o pênalti no canto direito, deixando o Cruzeiro em vantagem de 3 a 1.

A partir daí, o time desacelerou no Mineirão. O Pouso Alegre, ameaçado pelo risco de queda, tentou reagir e ameaçou em uma linda bicicleta de Hugo Freitas aos 22 minutos. Mas nada que ameaçasse a vitória do Cruzeiro, que quase marcou o quarto com Rômulo, aos 39.

E ele veio aos 42 minutos, após Wesley Fraga acertar João Paulo com carrinho na grande área. João Paulo bateu de novo, dessa vez no canto esquerdo: 4 a 1. Assim, uma semana depois de reclamar de um pênalti para o rival Atlético em clássico disputado no Mineirão, agora o Cruzeiro pôde comemorar dois a seu favor.

Ainda teve tempo para o quinto gol. Aos 46 minutos, em contra-ataque, Rafael Santos foi lançado, disparou em velocidade e, cara a cara com Alencar, rolou para as redes: 5 a 1 para o Cruzeiro, agora o vice-líder do Mineiro.

Athletic ganha duelo dos melhores do interior

No duelo entre os dois melhores times do interior nesta edição do Campeonato Mineiro, sendo que ambos já estão nas semifinais, o Athletic levou a melhor, mesmo atuando em Poços de Caldas. O time de São João Del Rei superou a Caldense por 1 a 0, no Ronaldão, em uma partida bastante movimentada, especialmente no segundo tempo.

O único gol da partida saiu aos 23 minutos da etapa final. Após cruzamento na direção da área, Michael Paulista, que havia iniciado o duelo entre os reservas, recebeu passe na área e bateu de primeira para marcar.

Logo depois, o Athletic ficou com um jogador a menos, em função da expulsão de Wallison Silva, que deu uma cotovelada em João Diogo. Mas conseguiu sustentar a vantagem.

Villa Nova se garante na Série D

Com Athletic e Caldense garantidos antecipadamente na Série D de 2023, pela campanha no Estadual, a terceira vaga distribuída pelo Campeonato Mineiro será do Villa Nova.

O time de Nova Lima garantiu presença na quarta divisão nacional ao vencer o Patrocinense por 2 a 0, em casa, no Castor Cifuentes, neste domingo. O resultado levou o Villa Nova a ascender para a quinta posição do Mineiro, com 15 pontos. Já o Patrocinense é o décimo colocado, com sete, na briga contra o rebaixamento.

Para garantir a vitória, o Villa Nova contou com um golaço de Branquinho. Aos 21 minutos da etapa inicial, ele recebeu na direita, deu uma caneta no primeiro marcador e um drible da vaca no segundo, concluindo o lance com uma finalização de cavadinha. Depois, aos 42 minutos do segundo tempo, Danilo Belão bateu pênalti para fechar o placar em 2 a 0.

Resultados e agenda

A 10ª rodada do Campeonato Mineiro havia sido aberta no sábado com três jogos: Tombense 2 x 0 URT, Democrata 0 x 1 Atlético e Uberlândia 2 x 1 América. E a última rodada da primeira fase será disputada no próximo sábado, com todos os 6 duelos marcados para as 16h30. São eles: Atlético x Caldense, América x Tombense, Athletic x Villa Nova, Patrocinense x Cruzeiro, Pouso Alegre x Uberlândia e URT x Democrata.

Mais Recentes da CNN