David Brooks, meio-campista do futebol inglês, é diagnosticado com câncer

Brooks tem 24 anos e descobriu o Linfoma de Hodgkin em estágio II; ele fará uma pausa na carreira enquanto realiza o tratamento

David Brooks (à esquerda) cumprimenta colega de time
David Brooks (à esquerda) cumprimenta colega de time Reprodução / Twitter

Ben Churchda CNN

Ouvir notícia

O jogador meio-campista do futebol inglês, David Brooks, revelou que foi diagnosticado com linfoma de Hodgkin em estágio dois.

Brooks tem 24 anos e, atualmente, joga pelo Bournemouth, na segunda divisão do futebol inglês. Ele postou uma mensagem no Twitter nesta quarta-feira (13) dizendo que começará o tratamento na próxima semana.

“Fui diagnosticado com Linfoma de Hodgkin em estágio II e começarei o tratamento na próxima semana”, escreveu.

O linfoma é uma forma de câncer que afeta o sistema linfático, ou “tecidos e órgãos que produzem, armazenam e carregam células brancas do sangue que lutam contra infecções”, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

Os dois principais tipos de linfoma são Hodgkin, que se espalha de maneira ordenada através dos linfonodos, e não Hodgkin, que se espalha de forma não ordenada, de acordo com o CDC.

“Embora tenha sido um choque para mim e minha família, o prognóstico é positivo e estou confiante de que vou me recuperar totalmente e voltar a jogar o mais rápido possível”, acrescentou Brooks.

Brooks jogou na Premier League inglesa antes do rebaixamento do Bournemouth em 2020 e é considerado um dos talentos mais promissores de seu país.

Na última semana, ele anunciou uma pausa na carreira e se retirou do time do País de Gales após a descoberta da doença. Brooks agradeceu à equipe médica por detectar sintomas em potencial e aos médicos que o diagnosticaram.

“Gostaria de mostrar o meu apreço aos médicos, enfermeiras, consultores e funcionários que têm me tratado com profissionalismo, cordialidade e compreensão durante este período”, acrescentou.

“Quero agradecer a todos na Federação de Futebol do País de Gales porque, sem a rápida atenção da sua equipa médica, poderíamos não ter detectado a doença.”

“Também gostaria de agradecer ao AFC Bournemouth por todo o apoio e assistência prestados na semana passada.”

‘Gostaria de pedir que minha privacidade seja respeitada’

A comunidade do futebol e clubes de todas as ligas enviaram seus melhores votos ao jogador após o diagnóstico.

Sua atual equipe disse que o apoiará e oferecerá todo o suporte. “Não estamos estabelecendo prazos para seu retorno; daremos a David todo o tempo de que ele precisa para se curar e faremos tudo o que pudermos para ajudar nisso”, disse o presidente-executivo do Bournemouth, Neill Blake, em um comunicado.

“Eu sei que todos estão ansiosos para mostrar seu amor e apoio a David, o que o ajudará imensamente enquanto ele se recupera, mas também pedimos a todos que respeitem a privacidade dele e de sua família durante este tempo.”

Brooks jogou nove vezes pelo Bournemouth nesta temporada, mas vai se afastar durante o tratamento.

“Embora aprecie a atenção e o interesse da mídia, gostaria de pedir que minha privacidade seja respeitada nos próximos meses e compartilharei atualizações sobre meu progresso quando puder fazer isso”, continuou Brooks.

“Enquanto isso, agradeço a todos por suas mensagens de apoio – isso significa muito. Estou ansioso para vê-los novamente e praticar o esporte que amo em breve.”

(Este texto é uma tradução. Para ler o original, em inglês, clique aqui)

Mais Recentes da CNN