Equipe do Boca é detida após confusão no Mineirão e perde voo para a Argentina

Oito argentinos vão responder a inquérito policial após quebra-quebra em vestiário de estádio

Bruno Chazan, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A rodada de terça-feira (20) da Libertadores foi marcada pela confusão entre jogadores do Boca Juniors e seguranças do Atlético-MG no Mineirão. Toda a delegação do time argentino foi levada para a delegacia após quebra-quebra no acesso aos vestiários. A delegação da equipe teve que prestar depoimento na delegacia e perdeu o seu voo para a Argentina, marcado para a madrugada desta quarta (21). Oito integrantes vão responder inquérito policial. 

Em campo, Atlético-MG e Boca empataram por zero a zero, mesmo placar do jogo de ida, em Buenos Aires. A vaga, então, foi decidida nos pênaltis. O goleiro Éverson pegou duas cobranças e ainda converteu o pênalti que garantiu a classificação brasileira, que agora espera a decisão entre River Plate e Argentinos Juniors para descobrir o adversário da próxima fase. 

Na saída de campo, jogadores do Boca entraram em confronto com seguranças do Atlético e do estádio. A Polícia Militar precisou intervir com bombas de gás lacrimogêneo.

Ao fim da confusão, toda a delegação argentina foi conduzida à delegacia. Os oito integrantes que foram identificados vão responder por lesão corporal, agressão e depredação de patrimônio público. Eles foram liberados depois de prestar depoimento.

Oito integrantes da delegação do Boca Juniors  vão responder inquérito policial
Oito integrantes da delegação do Boca Juniors vão responder inquérito policial após quebra-quebra no Mineirão
Foto: Reprodução/CNN Brasil (21.jul.2021)

 

Mais Recentes da CNN