Eliminatórias asiáticas para Copa do Mundo são adiadas para 2021

Segunda rodada de jogos estava originalmente programada para outubro e novembro, mas não será realizada por causa da 'situação de Covid-19 em muitos países'

Coronavírus esvazia arquibancadas de estádio sul-coreano em Jeonju; eliminatória asiáticas para Copa do Mundo serão jogadas só em 2021
Coronavírus esvazia arquibancadas de estádio sul-coreano em Jeonju; eliminatória asiáticas para Copa do Mundo serão jogadas só em 2021 Foto: Kim Hong-Ji - 08.mai.2020/ Reuters

Reuters

Ouvir notícia

As partidas das eliminatórias da Ásia para a Copa do Mundo do Catar em 2022 foram adiadas para o ano que vem devido à pandemia de coronavírus, afirmaram a Fifa e a Confederação Asiática de Futebol em um comunicado nesta quarta-feira (12).

A segunda rodada das eliminatórias asiáticas estava originalmente programada para outubro e novembro, mas não acontecerá por causa da “situação de Covid-19 em muitos países”.

É a segunda vez que as eliminatórias, que também servem como caminho para a Copa da Ásia de 2023 na China, são adiadas, já que os jogos de março e junho também foram adiados devido à pandemia.

Assista e leia também:

Fifa divulga datas e horários dos jogos da Copa de 2022 no Catar
Copa América e Eurocopa 2020 são adiadas por pandemia de coronavírus
Pandemia pode afetar futebol mundial por até três anos, diz membro da Uefa

“Com o objetivo de proteger a saúde e a segurança de todos os participantes, a Fifa e a confederação asiática continuarão trabalhando juntas para monitorar de perto a situação na região e identificar novas datas para os respectivos jogos de qualificação”, disse o comunicado.

A confederação asiática também suspendeu sua principal competição de clubes, a Liga dos Campeões da Ásia (ACL), no início de março por causa do vírus.

O Catar será o centro regional para partidas na Ásia Ocidental quando a ACL for retomada em 14 de setembro. A Malásia foi indicada como sede na Ásia Oriental, com jogos na região programados para reiniciar em outubro.

Mais Recentes da CNN