Fluminense e Botafogo recorrem ao STJD para só jogarem em julho

O Campeonato Carioca foi retomado nesta quinta-feira (18); clubes querem adiar partidas marcadas para o fim de junho

O técnico do Fluminense, Odair Helmman, usa máscara na volta do time aos treinos
O técnico do Fluminense, Odair Helmman, usa máscara na volta do time aos treinos Foto: Lucas Merçon/FFC (19.jun.2020)

Lucas Janone,

da CNN no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Após pedido indeferido pelo TJD-RJ (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro), Fluminense e Botafogo recorreram ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), na tarde desta sexta-feira (19), para não jogarem partidas oficiais antes de julho.

De acordo com a assessoria de imprensa do Fluminense, os clubes deram entrada em seus processos separadamente por e-mail. Os clubes tentam adiar os seus dois primeiros jogos válidos pelo Campeonato Carioca, marcados para segunda (22) e sexta-feira (26).

Leia também:

Flamengo vence Bangu no retorno do primeiro estadual do país

Ronaldo diz que retorno do futebol brasileiro é prematuro

As datas seguem as determinações do tribunal arbitral desportivo, que aconteceu no início da semana. Ambos os times, por mediação de seus presidentes, propõem que as partidas sejam adiadas para 1º e 4 de julho. O objetivo é que os atletas tenham ao menos 10 dias de preparação antes de voltar a jogar.

Em litígio com a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), os clubes não descartam entrar com uma ação na justiça comum para evitarem o W.O. — quando o time é considerado derrotado ao não comparecer a partida — e, respectivamente, a perda de pontos.

O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) disse que apoiará os times caso queiram procurar a Justiça comum. 

Mais Recentes da CNN