Guardiola diz que deve deixar Manchester City, que também não contará com Kane

Técnico espanhol disse ter vontade de comandar uma seleção ou time sul-americano. Já Harry Kane cravou sua permanência no Tottenham

Técnico do Manchester City, Pep Guardiola
Técnico do Manchester City, Pep Guardiola Foto: Dave Thompson/Pool via Reuters

Ben Morseda CNN

Ouvir notícia

O Manchester City sofreu um golpe duplo na quarta-feira (25), com o técnico Pep Guardiola anunciando que planeja deixar o clube em 2023 e o atacante do Tottenham, Harry Kane, confirmando que vai permanecer no time londrino.

A perspectiva da mudança de Kane para o City chegou ao fim na quarta-feira, quando o capitão da Inglaterra anunciou no Twitter que ficaria no clube onde passou a maior parte de sua carreira.

“Foi incrível ver a recepção dos torcedores do Spurs no domingo e ler alguns dos recados de apoio que recebi nas últimas semanas”, escreveu Kane em uma publicação nas redes na quarta-feira. “Permanecerei no Tottenham neste verão e estarei 100% concentrado em ajudar a equipe a alcançar o sucesso”.

Kane – cujo contrato vai até 2024 – tinha dito anteriormente que gostaria de sair neste verão, e acreditava ter um “acordo de cavalheiros” com o presidente Daniel Levy para que isso acontecesse.

No entanto, Levy recusou-se a orçar os 200 milhões de dólares solicitados. Tendo já assinado com Jack Grealish por 100 milhões de libras, o Manchester City parecia não estar disposto a empenhar esse montante.

Depois de não comparecer aos treinamentos e testes de coronavírus programados, Kane perdeu os dois primeiros jogos da temporada, antes de finalmente fazer sua primeira aparição no domingo, chegando como substituto na vitória do Tottenham por 1×0 sobre o Wolves na Premier League.

O fim de uma era?

Enquanto isso, Guardiola disse que planeja deixar o clube quando seu contrato atual se esgotar em 2023. O espanhol, que ingressou no City em 2016, sente que precisará de um descanso após sete anos à frente do clube.

“Depois de sete anos nesta equipe, acho que vou ter uma parada”, disse Guardiola, que estava em um evento online organizado pela empresa brasileira de serviços financeiros XP Investimentos.

“Vou fazer uma pausa e olhar para o que fizemos. E, nesse processo, eu gostaria de treinar uma equipe nacional, sul-americana, europeia… Jogar uma Copa América — quero ter essa experiência”.

O jogador de 50 anos ganhou três títulos da Premier League, uma FA Cup e quatro League Cup durante seu tempo no Manchester.

Guardiola fez uma pausa de um ano após sua saída do Barcelona em 2012, depois de quatro anos com troféus no Camp Nou, antes de se juntar ao Bayern de Munique em 2013. O City não respondeu ao pedido de comentários da CNN.

Mais Recentes da CNN