Isaquias se garante na final e vai em busca da medalha na canoagem

Disputa por medalhas acontece ainda nesta sexta-feira, e brasileiro é um dos candidatos ao pódio em Tóquio

Isaquias Queiroz é um dos principais nomes desta prova na canoagem
Isaquias Queiroz é um dos principais nomes desta prova na canoagem Foto: Gaspar Nobrega/COB

Paulo Junior, colaboração para a CNN

Ouvir notícia

Um dos postulantes ao ouro, Isaquias Queiroz passou pelas semifinais da categoria C1 1000m da canoagem na noite desta sexta-feira (6) e disputa, ainda hoje, a grande final de sua principal prova nas Olimpíadas de 2020. A decisão acontece às 23h53 no horário de Brasília.

O baiano de 27 anos terminou no primeiro lugar em sua bateria semifinal, chegando com folga na liderança. O alemão Sebastian Brendel, medalha de ouro no Rio e grande adversário de Isaquias nos últimos anos, terminou apenas no sétimo lugar e está fora da final.

Isaquias foi medalha de prata nessa competição individual em 2016, no Rio de Janeiro, e depois foi campeão mundial em 2019, na Hungria. Recordista de medalhas para o Brasil em uma só edição olímpica, com três, ele agora pode chegar a quatro, igualando Gustavo Borges, da natação, e Serginho, do vôlei.

Na disputa por duplas, no início da semana, Isaquias e Jacky Godmann acabaram no quarto lugar, impedindo que o grande nome da canoagem do país pudesse sair do Japão com cinco medalhas. Ele alcançaria o topo da lista histórica, onde estão Robert Scheidt e Torben Grael.

Mais Recentes da CNN