LeBron James lança campanha para recrutar mesários para eleição nos EUA

Jogador de basquete se junta a campanha multimilionária para distritos negros nas eleições de novembro

LeBron James, jogador de basquete do Los Angeles Lakers
LeBron James, jogador de basquete do Los Angeles Lakers Foto: Kim Klement/Pool/AP (26.ago.2020)

Allen Kim, da CNN

Ouvir notícia

LeBron James está ajudando a encabeçar uma campanha multimilionária para recrutar mesários em distritos eleitorais majoritariamente negros para as eleições nos EUA em novembro. 

A iniciativa busca recrutar mesários através de uma campanha paga de publicidade e um programa de parceria empresarial, que encoraja os funcionários a se voluntariarem.

James e outros atletas e artistas proeminentes são parte do More Than A Vote (Mais que um Voto, em tradução livre), uma organização que foca em combater a supressão eleitoral racista sistêmica. Patrick Mahomes e DeAndrre Hopkins, da NFL, Damian Lillard da NBA e a ex-estrela da WNBA Lisa Leslie estão entre os atletas fundadores da organização. 

“Somos uma coalizão de atletas e artistas negros que se juntaram em meio aos protestos incitados pelos assassinatos de George Floyd e Breonna Taylor pela polícia”, escreveu o grupo em uma carta aberta. 

Leia também:

Meghan Markle e Michelle Obama se unem para registrar eleitoras nos EUA

Quase 80% dos americanos podem votar pelo correio nas eleições de 2020

“Estamos focados na supressão dirigida e sistêmica de eleitores da nossa comunidade e temos uma missão específica: educar, energizar e proteger eleitores negros”. 

A organização se juntou ao Fundo de Defesa Legal da NAACP (Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor, na sigla em inglês), e às organizações When We All Vote, Fair Fight e a Coalizão pela Restauração de Direitos da Flórida. 

Locais de votação em todo o país estão enfrentando uma possível falta de funcionários em meio à pandemia. Autoridades nos estados da Geórgia e Kentucky relataram falta de mesários durante as primárias mais cedo neste ano.

A organização está chamando voluntários jovens e saudáveis para trabalhar nos locais de votação, para que mesários mais velhos e vulneráveis não tenham que se pôr em risco.

A More Than A Vote também está trabalhando com times esportivos para transformar estádios e arenas em locais de voto. 

James trabalhou com os Los Angeles Dodgers para transformar o estádio deles em um local de voto para a eleição geral. Atlanta, Detroit, Charlotte e Sacramento também se comprometeram a servirem como locais de votação, diz a carta. 

(Texto traduzido, leia o original em inglês)

Mais Recentes da CNN