Ligas Europeias querem mudanças em novo formato da Liga dos Campeões

Associação diz que quantidade e dia das partidas, assim como distribuição financeira, estão entre tópicos; mudanças passam a valer na temporada 2024/25

Chelsea e Malmo se enfrentam pela Liga dos Campeões
Chelsea e Malmo se enfrentam pela Liga dos Campeões David Klein - 20.out.2021/Reuters

Elvira Pollinada Reuters

Ouvir notícia

As maiores ligas de futebol da Europa querem revisar as mudanças no formato da Liga dos Campeões, acertado pela Uefa em abril sob a ameaça de uma Superliga dissidente.

Jacco Swart, diretor-gerente da organização Ligas Europeias, disse em uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (22) que haverá uma segunda fase de negociações com a Uefa e que se buscará incluir várias mudanças.

No novo formato em vigor a partir da temporada 2024/25, a fase de grupos da Liga dos Campeões será ampliada de 32 para 36 times, que jogarão em um formato de liga simples. Ao invés das atuais seis partidas, cada time disputará um mínimo de 10 jogos contra 10 adversários diferentes.

“Realmente achamos que mudanças serão feitas… os tópicos que estamos abordando são relacionados ao número de partidas e ao dia das partidas, assim como à lista de acesso e ao modelo de distribuição financeira para a competição inteira”, disse Swart.

“O que combinamos, em boa cooperação com a Uefa, é que iniciaremos um processo para isso nos próximos meses, e continuaremos a partir daí. Está claro, não estamos satisfeitos com todos os tópicos que foram decididos e sabemos que, como a Uefa diz, haverá uma segunda fase do processo”, acrescentou.

As reformas na maior competição de clubes europeia foram acertadas antes de 12 clubes da Inglaterra, Espanha e Itália tentarem criar uma Superliga separada.

Embora a Uefa se atenha ao acordo, deixa claro que pode revisar algumas questões na esteira do fracasso do plano da Superliga.

Mais Recentes da CNN