Maracanã não foi consultado sobre Copa América no Brasil

Gestores avaliam que abrir as portas para um campeonato internacional em uma das fases mais preocupantes da pandemia no Rio de Janeiro pode passar sinal ruim

Estádio do Maracanã durante live feita pelo Flamengo, em meio à pandemia de novo coronavírus
Estádio do Maracanã durante live feita pelo Flamengo, em meio à pandemia de novo coronavírus Foto: Alexandre Vidal / CRF & Marcelo Cortes / CRF (14.jun.2020)

Pedro Duran, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Os gestores do estádio do Maracanã, um dos principais do Brasil, disseram à CNN que não foram consultados sobre a decisão do país de se oferecer para ser a sede da Copa América 2021. 

O anúncio foi feito pela conta oficial da Conmebol nesta segunda-feira (31) e trouxe agradecimentos ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e à Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O estádio, que tem cerca de 70 mil lugares, não recebe jogos desde o início da pandemia do novo coronavírus, em março de 2020. 

As exceções foram a final da Copa Libertadores, disputada em janeiro e que teve a presença de 2,5 mil convidados, e a final do Campeonato Carioca, em que estiveram presentes pouco mais de 140 convidados – o que fez o estádio receber uma multa de pouco mais de R$ 14 mil.

Embora ainda não seja possível dizer se o Maracanã estará ou não na lista de sedes propostas pela CBF à Conmebol, a reação entre os gestares do estádio foi de surpresa.

Avalia-se que, apesar de o estádio receber partidas de futebol nos últimos meses, abrir as portas para um campeonato internacional em uma das fases mais preocupantes da pandemia no Rio de Janeiro pode passar um sinal ruim.

Celebração aos craques do futebol

Entre a primeira e a segunda partida da final que acabou consagrando o Flamengo campeão carioca, o estádio recebeu grandes craques do futebol, como Junior, Roberto Dinamite, Jairzinho e Renato Gaúcho, para deixarem as pegadas eternizadas na calçada da fama. 

O evento contou com protocolos sanitários como o teste rápido antes mesmo da entrada dos convidados, que tinham número restrito.

Mais Recentes da CNN