Marcelo, lateral do Real Madrid, apoia movimento negro ao comemorar gol

Jogador brasileiro se ajoelhou e ergueu punho depois de marcar terceiro gol da equipe na vitória por 3 a 1 contra o Eibar, na volta do campeonato espanhol

 
  Foto: Reprodução/Real Madrid

Calum Trenaman, da CNN

Ouvir notícia

Depois de várias estrelas da Bundesliga – o campeonato alemão de futebol – expressarem seu apoio ao movimento Black Lives Matter nas últimas semanas, o lateral brasileiro do Real Madrid, Marcelo, fez seu próprio ato de solidariedade no domingo (14).

Marcelo marcou o terceiro gol da vitória do Real contra o Eibar, por 3 a 1, e comemorou se ajoelhando e erguendo o punho. Ambas as ações ecoaram as dos protestos de outros atletas.

Enquanto jogava pelo San Francisco 49ers, o ex-jogador da NFL Colin Kaepernick se ajoelhou durante o hino nacional dos EUA para protestar contra a brutalidade policial contra afro-americanos.

E, erguendo o punho, Marcelo também prestou homenagem a um símbolo de protesto e libertação negros: notavelmente, o dos vencedores das medalhas olímpicas John Carlos e Tommie Smith, que levantaram os punhos no pódio nos Jogos Olímpicos de 1968, na Cidade do México, durante o hino dos EUA.

Assista e leia também:

Trump diz que não assistirá NFL e futebol caso jogadores ajoelhem durante hino

Prefeito de Madri diz que negocia para sediar final da Liga dos Campeões

O gesto foi adotado muitas vezes desde então, e multidões levantaram os punhos durante os protestos da Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) após a morte de George Floyd.

Disputa pela La Liga

A vitória do Real Madrid manteve o clube da capital espanhola dois pontos atrás do Barcelona, líder do campeonato espanhol.

O jogo, o 200º sob o comando de Zinedine Zidane, foi disputado no modesto estádio Alfredo di Stefano, com apenas 6 mil lugares, já que o Santiago Bernabeu, onde o clube merengue manda seus jogos, está em reforma.

A Federação Real de Futebol da Espanha (RFEF) e a Liga haviam anunciado antes da retomada dos jogos que as equipes em todas as divisões do futebol espanhol fariam um minuto de silêncio para lembrar as vítimas da pandemia do novo coronavírus.

Atualmente, a Espanha tem 243.928 casos confirmados de Covid-19, com 27.136 mortes. Nas últimas 24 horas, porém, o país registrou menos de 50 novos casos.

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original, em inglês)

 

Mais Recentes da CNN