Membros de seleção da Copa América trouxeram nova variante da Covid ao Brasil

Dois casos da cepa colombiana foram identificados em Cuiabá, no Mato Grosso, após sequenciamento analisado pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo

Carolina Figueiredo e Julyanne Jucá, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

Uma nova variante da Covid-19, a B.1.621, identificada pela primeira vez na Colômbia, foi registrada no Brasil em membros da seleção colombiana, que veio ao país para participar da Copa América, principal competição entre as seleções do futebol sul-americano. 

A informação foi revelada pelo jornal O Estado de S. Paulo e confirmada pela CNN. Dois casos da cepa colombiana foram identificados em Cuiabá, no Mato Grosso, após sequenciamento analisado pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo.

Segundo as autoridades, tratam-se de dois integrantes da delegação da Colômbia. No começo de junho, a seleção enfrentou o Equador na Arena Pantanal, em Cuiabá.

“Os protocolos de isolamento foram adotados e os dados coletados pela equipe da Vigilância Epidemiológica do município de Cuiabá foram repassadas diariamente ao Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde Nacional”, afirmou o município em nota. 

A Secretaria Estadual de Saúde do Mato Grosso também confirmou a identificação dos casos da nova variante e afirmou que eles foram assintomáticos e cumpriram o protocolo de isolamento. 

Os dois membros da delegação ficaram em quarentena num hotel de Cuiabá e, após o período, receberam atestados liberando o retorno para o país de origem. 

Competição teve mudança de sede

Originalmente, os países que iriam sediar a Copa América eram Argentina e Colômbia. Após protestos contra o governo, a Colômbia desistiu de sediar o evento, e a Argentina creditou à decisão de também negar realizar o evento por conta da alta taxa de infecção por Covid-19 no país. 

Já o governo brasileiro aceitou o anúncio da Conmebol, no final de maio, e sediou o torneio.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), criticou a realização dos jogos após o anúncio da identificação da nova cepa. “Quando me coloquei contrário ao evento, muitos me criticaram e tentaram politizar minhas ponderações. Entendo que ter a realização de um megaevento esportivo, como uma Copa, é motivo de honra para qualquer cidade, mas em outra época. As pesquisas já indicavam o risco de novas variantes”, declarou.

Ilustração em 3D representando o novo coronavírus
Uma nova variante da Covid-19, a B.1.621, identificada pela primeira vez na Colômbia, foi registrada no Brasil
Foto: Nexu Science Communication/Reuters

Mais Recentes da CNN