Morre Frank Williams, fundador de uma das maiores escuderias da F1

Ele morreu na Inglaterra; equipe Williams é uma das mais importantes na história da Fórmula 1

Beatriz AraújoVital Netoda CNN

Ouvir notícia

 

Frank Williams, fundador, diretor e ex-chefe da equipe Williams Racing de Fórmula 1, morreu aos 79 anos neste domingo (28), informou a equipe, fundada em 1977.

“É com grande tristeza que em nome da família Williams, a equipe pode confirmar a morte de Sir Frank Williams, fundador e ex-chefe de equipe da Williams Racing, aos 79 anos de idade”, informou a nota da equipe.

Ele fundou a Williams nos anos 1970 e se manteve no comando até 2012, quando deixou o conselho do time, devido a problemas de saúde. No mesmo ano, a equipe passou a ser administrada por sua filha Clarie Williams.

Williams na Fórmula 1

A escuderia estreou na F1 em 1975 e disputou até a presente data 781 corridas. Ao longo de sua história, a equipe colecionou sete títulos de piloto com: Alan Jones, 1980; Keke Rosberg, 1982; Nelson Piquet, 1987; Nigel Mándelo,1992, Alain Prost 93; Damon Hill, 1996 e Jacques Villeneuve 97.

Com nove títulos de equipes, a Williams só perde para a Ferrari neste quesito. Sua última vitória foi o GP da Espanha de 2012, vencido por Pastor Maldonado. Ao todo a equipe tem 114 vitórias, ficando atrás somente da Ferrari, McLaren e Mercedes.

Em 2020, após problemas financeiros por falta de resultados e aliado à pandemia, Claire Williams, filha de Frank e CEO da equipe, vendeu 100% do time à Dorielton Capital, empresa de investimentos norte-americana.

Nesta temporada a Williams está em 8° no Mundial, com 23 pontos e seus pilotos são George Russell e Nicholas Latifi.

Além de Piquet, outros pilotos brasileiros já guiaram pela equipe, entre eles Ayrton Senna, que morreu em 1994 após um acidente com um carro da equipe, Rubens Barrichello e Felipe Massa, que se aposentaram correndo pelo time em 2011 e 2017, respectivamente.

Confira o comunicado publicado pela Williams:

“A equipe de corridas Williams está verdadeiramente entristecida com a morte de nosso fundador Sir Frank Williams. Sir Frank era uma lenda e ícone de nosso esporte. Sua passagem marca o fim de uma era para nossa equipe e para o esporte da Fórmula 1. Ele foi um verdadeiro pioneiro. Apesar de considerável adversidade em sua vida, ele conduziu nossa equipe a 16 campeonatos mundiais, fazendo de nós uma das equipes de mais sucesso na história do esporte. Seus valores, incluindo integridade, equipe e independência determinação, permanecem o essencial ethos de nossa equipe e são seu legado, como está o nome da família Williams sob o qual corremos orgulhosos. Nossos pensamentos estão com a família Williams neste momento difícil”.

Homenagens dos pilotos

Os dois atuais pilotos da escuderia, George Russell e Nicholas Latifi também lamentaram a morte de Sir Frank nas redes sociais.

Tópicos

Mais Recentes da CNN