Nadal ficará afastado por até 6 semanas com fratura na costela

Tenista reclamava de dores no peito durante o torneio de Indian Wells, nos Estados Unidos

Tenista espanhol Rafael Nadal durante partida de Indian Wells19/03/2021Jayne Kamin-Oncea-USA TODAY Sports/File Photo
Tenista espanhol Rafael Nadal durante partida de Indian Wells19/03/2021Jayne Kamin-Oncea-USA TODAY Sports/File Photo Jayne Kamin-Oncea-USA TODAY Sports

Sudipto GangulyAnita Kobylinskada Reuters

Ouvir notícia

Rafael Nadal sofreu uma fratura por estresse na costela e ficará fora das quadras por até seis semanas, informou a equipe do tenista espanhol nesta terça-feira (22). Nadal, vencedor de 21 títulos de Grand Slam, reclamou de um problema no peito durante sua campanha até a final do torneio ATP 1000 de Indian Wells, na Califórnia, na semana passada.

Após sua chegada à Espanha na terça-feira, Nadal visitou sua equipe médica em Barcelona para exames que revelaram “uma fratura por estresse no terceiro arco costal esquerdo”. “Esta não é uma boa notícia e eu não esperava isso”, disse Nadal em comunicado enviado por sua equipe.

“Estou desapontado e triste porque depois de um bom começo de temporada eu estava chegando a uma parte muito importante do ano com sentimentos muito bons e bons resultados. Sempre tive esse espírito de luta e vou trabalhar duro para minha recuperação”, acrescentou.

A lesão de Nadal aconteceu durante sua vitória nas semifinais de três sets sobre o compatriota Carlos Alcaraz, mas ele ainda jogou a final de Indian Wells, na qual foi derrotado pelo norte-americano Taylor Fritz – sua primeira derrota na temporada após 20 vitórias consecutivas.

Seu médico disse que o jogador de 35 anos ficará fora de ação de “quatro a seis semanas”, o afastando do Masters de Monte Carlo no próximo mês e colocando dúvidas sobre sua participação nos eventos ATP 1000 de Madri e Roma, em maio.

O Aberto da França, o segundo Grand Slam do ano, em Roland Garros, onde Nadal conquistou um recorde de 13 títulos, está programado para começar em 22 de maio.

Mais Recentes da CNN