Não temos nenhum caso de Covid-19 na delegação, diz médico do COB

Apesar de mais de 100 testes positivos nas Olimpíadas de Tóquio, Brasil, por enquanto, está ileso, afirma Paulo Puccinelli

Produzido por Renata Souza,

da CNN, em São Paulo*

Ouvir notícia

Apesar dos testes e do rigor nas medidas sanitárias para evitar contaminações, mais de 100 casos de Covid-19 já foram identificados nas Olimpíadas de Tóquio. A delegação brasileira, no entanto, não tem casos, segundo o médico do Time Brasil nas Olimpíadas, Paulo Puccinelli, em entrevista à CNN.

“As notícias são diárias de novos casos. A equipe médica está bem sincronizada e conversando diariamente. Todas as medidas estão sendo muito bem orquestradas. Até o momento, temos zero casos dentro da nossa delegação”, garante.

Ele conta que os atletas têm suporte psicológico para lidar com a pressão dos jogos e o medo do vírus. “Temos um trabalho de psicologia do esporte, com psicólogos aqui no Japão. Tem uma questão emocional envolvida não só do esporte, mas relacionada ao momento em que se vive e envolvendo os jogos atuais”.

Apesar disso, Puccinelli espera que recordes continuem sendo batidos. “No primeiro dia, já vimos um recorde olímpico ser batido no tiro com arco. A gente espera que as marcas olímpicas sejam superadas e, dentro do Time Brasil, a expectativa é grande que os atletas consigam desempenhar bem, e consigam melhores resultados do que já tiveram até o momento”.

Paulo Puccinelli, médico do Time Brasil na Olimpíada de Tóquio (25. Jul.2021)
Paulo Puccinelli, médico do Time Brasil na Olimpíada de Tóquio (25. Jul.2021)
Foto: Reprodução/CNN

*sob supervisão de Elis Franco

Mais Recentes da CNN