Nos pênaltis, Palmeiras deixa escapar título da Recopa Sul-Americana

Alviverde perdeu o jogo no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e errou duas das cinco cobranças de pênalti

Braian Romero, do Defensa y Justicia, marca o primeiro gol do time durante partida
Braian Romero, do Defensa y Justicia, marca o primeiro gol do time durante partida Foto: Ueslei Marcelino-Pool/Getty Images

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Depois de largar em vantagem fora de casa, o Palmeiras perdeu o jogo de volta para o Defensa y Justicia, da Argentina, e não ficará com o troféu de campeão da Recopa Sul-Americana. A competição é referente à temporada de 2020, sendo uma das muitas adiadas em função da pandemia da Covid-19.

No tempo regulamentar, vitória do Defensa y Justicia por 2 a 1, com gols de Benítez e Braian Romero. O gol do Palmeiras foi marcado por Raphael Veiga. Como o alviverde venceu o primeiro jogo, a partida foi para os acréscimos. Sem gols de última hora, pênaltis.

O Palmeiras errou duas das cinco cobranças, dispensando o Defensa de bater o quinto pênalti, quando o time argentino já tinha acertado as suas quatro batidas. O jogo foi disputado no estádio Mané Garrincha, em Brasília, em razão das medidas de distanciamento social decretadas no estado de São Paulo.

A Recopa Sul-Americana é disputada anualmente opondo o campeão da Libertadores — nesta temporada, o Palmeiras — com o time vitorioso da Copa Sul-Americana. O Defensa y Justicia conquistou o novo título com um técnico diferente, no entanto, do que aquele que levou a Copa Sul-Americana — o ex-jogador argentino Hernán Crespo se mudou para o Brasil, sendo o atual técnico do São Paulo.

Apesar da derrota, o Palmeiras teve uma vitoriosa temporada de 2020. O clube foi campeão do Campeonato Paulista, ainda sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, e levou a Libertadores e a Copa do Brasil, já com a direção do técnico português Abel Ferreira.

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN