Olimpíadas: Brasileiros ficam fora do top 10 no individual geral da ginástica

Final tem Caio Souza em 17º, três posições à frente de Diogo Soares; revelação japonesa leva o ouro

Brasileiro Diogo Soares disputa a prova das barras paralelas na final do individual geral
Brasileiro Diogo Soares disputa a prova das barras paralelas na final do individual geral Foto: Gaspar Nóbrega - 28.jul.2021/COB

Marcelo Tuvuca, colaboração para a CNN

Ouvir notícia

Os brasileiros Caio Souza e Diogo Soares terminaram fora do top 10 na final do individual geral da ginástica artística masculina nesta quarta-feira (28) nas Olimpíadas 2020. Caio, que chegou a figurar na quinta posição após os primeiros três aparelhos — são seis no total –, ficou em 17º, três posições à frente de Diogo.

O ouro ficou com a revelação japonesa Daiki Hashimoto, 19. Em sua primeira participação em Olimpíadas, ele garantiu a terceira medalha de ouro consecutiva para o país na disputa e carregou o legado de Kohei Uchimura, que havia sido campeão em Londres-2012 e Rio-2016.

Hashimoto somou 88.465 pontos, superando o chinês Ruoteng Xiao, medalha de prata (88.065), o russo Nikita Nargonyy (88.031), que levou o bronze.

Na manhã desta quinta-feira (29) será a vez das mulheres disputarem a final do individual geral. Com a desistência da campeã olímpica Simone Biles, a brasileira Rebeca Andrade entra na decisão com a melhor marca entre as 24 finalistas.

Acima do esperado

Diogo Soares, de apenas 19 anos, superou as expectativas em sua estreia olímpica. Após ficar em 36º no classificatório e ficar com a 24ª e última vaga para a final, ele teve um desempenho sólido na final. Suas notas foram 13.833 (salto), 13.700 (barras paralelas), 13.466 (barra fixa), 14.133 (solo), 12.833 (cavalo com alças) e 13.233 (argolas), somando 81.198 no total.

Com a 20ª colocação, o brasileiro se disse satisfeito com o desempenho na estreia. “Tive alguns errinhos aqui, outros ali, mas no geral eu estou bem feliz. Consegui aumentar a pontuação e era isso que eu buscava”, disse, em entrevista ao SporTV após a final.

Caio Souza na final do individual geral da ginástica artística nas Olimpíadas
Caio Souza ficou em 17º entre os 24 finalistas do individual geral da ginástica artística nas Olimpíadas 2020
Foto: Gaspar Nóbrega – 28.jul.2021/COB

Mais experiente, Caio Souza, 27, começou bem nas argolas, com uma nota de 14.500. Em seguida, foi para o salto, onde é mais forte, e conseguiu 14.200, marca menor em relação ao seu classificatório (14.600). Ainda assim, com 14.500 nas barras paralelas, ele terminou a terceira rotação entre os aparelhos com o quinto lugar geral. 

O desempenho do brasileiro não foi tão bom nos últimos três aparelhos: barra fixa (13.266), solo (12.933), onde sofreu um desequilíbrio, e cavalo com alças (12.133). Sua pontuação final foi 81.532.

Agora, ele se prepara para sua outra final nas Olimpíadas, no salto, marcada para a próxima segunda-feira (2).

Mais Recentes da CNN