Olimpíadas: Com Covid-19, líder do ranking mundial de golfe está fora dos Jogos

Espanhol Jon Rahm foi diagnosticado com a doença antes de embarcar para Tóquio; norte-americano Bryson DeChambeau, 6º do mundo, também testa positivo

O espanhol Jon Rahm, nº1 do golfe, está fora das Olimpíadas de 2020
O espanhol Jon Rahm, nº1 do golfe, está fora das Olimpíadas de 2020 Foto: Ian Walton - 18.jul.2021/AP

Reuters

Ouvir notícia

O golfista número 1 do mundo, Jon Rahm, da Espanha, e o 6ª colocado no ranking, o norte-americano Bryson DeChambeau, foram diagnosticados com Covid-19 antes de embarcarem para as Olimpíadas de 2020, impondo um duro golpe ao torneio nos Jogos dias antes de seu início.

Essa é a segunda vez em dois meses que o espanhol tem um teste positivo para o novo coronavírus, após ter sido obrigado a se retirar no mês passado do torneio Memorial de Ohio quando liderava com seis tacadas de vantagem.

“Tive a sorte de representar o meu país e ganhar campeonatos no mundo todo. Jogar em Tóquio me daria a oportunidade de ganhar uma medalha para o meu país. Seria incrível ser um dos primeiros medalhistas espanhóis, mas o destino tem outros planos para mim”, disse Rahm, no Twitter, neste domingo.

DeChambeau afirmou em um comunicado que está “profundamente decepcionado” por não poder representar os EUA nos Jogos Olímpicos.

A primeira rodada do torneio de golfe das Olimpíadas de 2020 começa na quinta-feira (29) no Kasumigaseki Country Club.

Mais Recentes da CNN