‘Olimpíadas constroem empresas e carreiras’, diz Washington Olivetto

Algumas marcas, no entanto, tentam minimizar exposição temendo tensão política e manifestação popular contrária

Produzido por Renata Souza, da CNN, em São Paulo (sob supervisão de Elis Franco)

Ouvir notícia

As Olimpíadas de 2020 sendo realizadas em meio à pandemia causam impactos no mercado publicitário, cujos contratos são fechados com anos de antecedência. O publicitário Washington Olivetto afirma, em entrevista à CNN, que as empresas se preocupam com o impacto em sua imagem ao decidirem manter o patrocínio dos jogos.

“Sem dúvida, as empresas todas se preocupam com isso […]. As Olimpíadas são momentos absolutamente espetaculares, que constroem empresas e carreiras. Vamos pensar que a Nike ou a Adidas são empresas que se deram muito bem na vida a partir das Olimpíadas. Então, é um momento dramático, difícil, mas muito relevante”, avalia.

Algumas empresas, no entanto, tentam diminuir a exposição com medo da repercussão negativa. A Toyota, por exemplo, não mandou representantes para a cerimônia de abertura e tem cancelado ações na TV japonesa durante a exibição dos jogos.

“Sem dúvida nenhuma uma marca como a Toyota, que é icônica no mercado japonês, pensa nisso. Por outro lado, outras marcas pensam na possibilidade de se promover em um evento como esse. Não tem um momento presencial, mas tem muito fortemente um momento de comunicação, e isso é pensado por todos os anunciantes”, explica Olivetto.

O publicitário Washington Olivetto (25.Jul.2021)
O publicitário Washington Olivetto (25.Jul.2021)
Foto: Reprodução/CNN

Publicado por Thâmara Kaoru

Mais Recentes da CNN