Oposição pede para Supremo barrar Copa América no Brasil

O pedido, a que a CNN teve acesso, afirma que o evento mobiliza o fluxo de membros de delegações estrangeiras e possíveis torcedores no pior momento da pandemia

Logo da Copa América 2021
Logo da Copa América 2021 Foto: Divulgação/Conmebol

Basília Rodriguesda CNN

Ouvir notícia

O Partido Socialista Brasileiro entrou com um mandado de segurança preventivo no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir a realização da Copa América no Brasil. O pedido, a que a CNN teve acesso, afirma que o evento mobiliza o fluxo de membros de delegações estrangeiras e possíveis torcedores no pior momento da pandemia para o continente sul-americano.

O documento de 12 páginas foi encaminhado na noite desta segunda-feira (31) ao presidente do STF, Luiz Fux, e destaca o perigo em sediar os jogos em junho, mês em que o país deve superar a marca de 500 mil mortos pelo coronavírus. “A intensa circulação de estrangeiros entre os Estados brasileiros — consequência óbvia da realização do torneio — favorece não
só a disseminação do vírus em localidades que já se encontravam com extrema dificuldade na contenção do vírus, como também fomenta a entrada de novas variantes em território nacional, sabotando os esforços que vêm sendo empregados pelas autoridades sanitárias nas fronteiras do país”.

Ainda que os jogos não contem com a presença de público, o PSB argumenta que haverá mobilização de forças de saúde e de segurança, a fim de garantir a integridade dos competidores. “Não há dúvidas de que a recepção do evento também demandará o dispêndio de enormes recursos financeiros”, destaca.

O pedido compara a rapidez com que o governo brasileiro se manifestou à demora em responder cartas da Pfizer para a venda de vacinas. “Cabe aqui lembrar que se trata da mesma gestão que ignorou durante dois meses comunicações do Laboratório Pfizer que propunham a venda de milhões de vacinas para o Brasil, cujas primeiras doses poderiam ter sido entregues ainda em dezembro de 2020”.

Outros pedidos

O Partido dos Trabalhadores também entrou com uma ação no STF para tentar evitar a realização da Copa América. O partido optou por incluir o pedido na mesma ação em que, no ano passado, diversas legendas de oposição pediram que a corte obrigasse o governo a apresentar um plano para vacinação contra o coronavírus. A ação solicita a intimação do presidente da República, Jair Bolsonaro, do ministro de Relações Exteriores, Carlos França, e da Secretaria Nacional de Esportes para que prestem esclarecimentos. A ação está na relatoria do ministro Ricardo Lewandoski.

Em outra iniciativa, com o mesmo objetivo, deputados do PSB também recorreram à Justiça Federal, em Brasília. A ação é assinada por Júlio Delgado (PSB-MG) e Danilo Cabral (PSB-PE). Os parlamentares apontam que o “Brasil estará promovendo um intercâmbio macabro de cepas pelas Américas, podendo alcançar uma mortandade epidêmica tão catastrófica quanto a que sofreram os povos originários desse continente”.

A realização do torneio foi anunciada pela Conmebol, que agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro pelas redes sociais. No entanto, o governo brasileiro divulgou depois que o evento é privado e que a CBF ainda negocia com os estados. O ministro da Casa Civil, Luís Eduardo Ramos, afirmou que a decisão definitiva será anunciada nesta terça-feira, com a divulgação das cidades sedes.

A CNN procurou a Advocacia Geral da União para comentar as ações contra a realização da Copa América aqui no Brasil, mas ainda não obteve retorno.

Mais Recentes da CNN