Óscar Tabárez é demitido após 15 anos no comando da seleção do Uruguai

Sob comando de "profe Tabárez", seleção uruguaia foi quarto lugar na Copa 2010 e campeã da Copa América em 2011

Decisão ocorreu após as derrotas para a Bolívia e Argentina nas Eliminatórias da Copa
Decisão ocorreu após as derrotas para a Bolívia e Argentina nas Eliminatórias da Copa Divulgação/AUF

João de Marida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O técnico Óscar Tabárez, 74, foi demitido após 15 anos no comando da seleção masculina de futebol do Uruguai. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (19) pela Federação Uruguaia de Futebol (AUF, na sigla em espanhol).

“O Comitê Executivo da AUF informa que decidiu rescindir o contrato do Sr. Oscar Washington Tabárez e outros membros da equipe técnica da equipe sênior”, disse o comunicado publicado nas redes sociais.

A decisão ocorreu após as derrotas para a Bolívia e Argentina nas Eliminatórias da Copa. O bicampeão mundial (1930 e 1950) está em 7º lugar nas eliminatórias — ou seja, está ficando de fora da Copa do Mundo de 2022 — atrás de Chile, Peru, Colômbia, Equador, Argentina e Brasil.

Segundo a imprensa uruguaia, a Federação Uruguaia de Futebol busca um novo técnico para a reta final das Eliminatórias, e nome do atual comandante do Internacional, Diego Aguirre, é um dos cotados.

Sob comando de “profe Tabárez”, a seleção do Uruguai foi quarto lugar na Copa 2010 e campeã da Copa América em 2011.

No comunicado, a AUF agradece a Tabárez pelas conquistas durante seu comando na seleção.

“Expressamos nosso respeito e apreço pelo profissionalismo e dedicação durante o longo processo de trabalho e pelo legado incomensurável que essa fase fecunda deixa na história da equipe”.

 

Mais Recentes da CNN