Pia Sundhage integra suplentes à seleção feminina para Olimpíada

Fifa aumentou número de vagas por equipe devido à pandemia do novo coronavírus

Técnica da seleção brasileira de futebol feminino Pia Sundhage durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro
Técnica da seleção brasileira de futebol feminino Pia Sundhage durante entrevista coletiva no Rio de Janeiro Foto: Ricardo Moraes/Reuters (30.jul.2019)

Stéfano Salles, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Com a autorização da Fifa para que as seleções tenham mais quatro inscritos nas disputas do futebol nos Jogos de Tóquio 2020, a equipe brasileira feminina, dirigida pela treinadora sueca Pia Sundhage, já tem suas novas integrantes na busca pela inédita medalha dourada da categoria.

Os reforços da equipe são as quatro jogadoras já incluídas previamente pela treinadora na lista como suplentes, casos da goleira Aline Reis, do Tenerife, da Espanha, da meia Andressa Alves, da Roma, da Itália, da lateral Letícia Santos, do Eintratch Frankfurt, da Alemanha, e da atacante Giovana Queiroz, do Barcelona. 

Diferentemente do que acontece no futebol masculino, que é disputado com equipes sub-23 –esse ano, sub-24, devido ao adiamento em um ano da competição–, com direito a três atletas acima da idade limite, a disputa feminina não tem restrições em relação à faixa etária. As equipes podem convocar quem considerarem as melhores atletas. 

A decisão da Fifa de ampliar o número de jogadores inscritos nas duas categorias é motivada pela pandemia do coronavírus, que pode fazer com que as equipes sofram desfalques em caso de testes que apontem para casos positivos de Covid-19. Com relação à equipe masculina, dirigida por André Jardine, a CBF tem até sexta-feira (2) para apontar os outros quatro convocados. 

O padrão das competições promovidas pela Fifa é a convocação de 23 atletas, como na Copa do Mundo, mas isto não ocorre em Jogos Olímpicos. Com menos vagas, os treinadores costumam privilegiar atletas que joguem em mais de uma posição. A seleção feminina estreia na competição no dia 21, contra a China. A equipe está no Grupo F, que conta ainda com Holanda e Zâmbia. 

Atual campeã olímpica, a seleção masculina estreia na competição no dia seguinte, contra a Alemanha, na reedição da final da modalidade na Rio-2016. As duas equipes estão no Grupo D, integrado ainda por Arábia Saudita e Costa do Marfim.

A seleção feminina ainda não ganhou medalha de ouro, mas Pia já tem duas, obtidas no comando da equipe dos EUA: em Pequim-2008 e Londres-2012, além de uma prata na Rio-2016.

 

Mais Recentes da CNN