PSG, de Neymar e Marquinhos, contrata técnico argentino Mauricio Pochettino

O primeiro contato com os atletas vai acontecer neste domingo; entre os brasileiros que ele irá comandar no time francês, estão Neymar, Marquinhos e Rafinha.

O argentino Mauricio Pochettino, novo técnico do PSG
O argentino Mauricio Pochettino, novo técnico do PSG Foto: PSG/Divulgação

Da CNN, em São Paulo*

Ouvir notícia

O argentino Mauricio Pochettino é o novo técnico do Paris Saint-Germain, da França. O treinador assume como novo comandante do estrelado elenco, que contra com atletas como Kylian Mbappé e os brasileiros Neymar, Marquinhos e Rafinha.

Pochettino assinou contrato com o PSG até o final de junho de 2022, com possibilidade de extensão por mais um ano. Conhecido pelo trabalho de cinco anos no Tottenham, da Inglaterra, ele chega para substituir o alemão Thomas Tuchel, demitido na terça-feira (29).

A chegada como novo técnico é, na verdade, um reencontro de Mauricio Pochettino com o PSG. Quando ainda era zagueiro, Pochettino atuou no clube francês entre 2001 e 2003, quando foi o capitão daquele elenco dentro de campo.

“Estou extremamente feliz e honrado por ser o novo treinador do Paris Saint-Germain. Agradeço aos dirigentes do clube pela confiança que depositam em mim”, disse Pochettino, em nota publicada no site do clube.

Assista e leia também:

Cavani é suspenso por uso de termo racista e fica fora de 3 jogos na Inglaterra

Ex-jogador do Botafogo vai prestar depoimento segunda (4) sobre atropelamento

Após demitir português, Vasco aposta em Luxemburgo para evitar rebaixamento

“Volto hoje ao cube com muita ambição e humildade, mas também com muita vontade de trabalhar com alguns dos jogadores mais talentosos do mundo. Esta equipe tem um potencial fantástico e tudo farei com minha equipe para otimizar os resultados do Paris Saint-Germain em todas as competições”, completou. 

O primeiro contato com os atletas vai acontecer neste domingo (3) no Centro de Treinamento Camp des Loges. A estreia dele deverá acontecer na próxima quarta-feira (6) contra o Saint-Étienne, pela 18ª rodada do Campeonato Francês.

Durante os cinco anos no Tottenham, ele foi vice-campeão da Liga dos Campeões da temporada 2018/2019, ao perder a final para o conterrâneo Liverpool. Ele foi demitido do clube poucos meses depois, em novembro de 2019.

*Com informações da Agência Brasil

Mais Recentes da CNN