Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Saiba os motivos que levaram o Japão a não desistir dos Jogos Olímpicos 2020

    CNN Brasil exibirá programa especial sobre as Olimpíadas neste sábado (24), às 21h45

    Da CNN, em São Paulo

    Ouvir notícia

    Na edição do Live CNN desta sexta-feira (23), o âncora Márcio Gomes, que morou no Japão por muitos anos, falou sobre a importância das Olimpíadas 2020, que começou oficialmente hoje, para a população japonesa. 

    Segundo o jornalista, quando o Japão foi escolhido para ser palco dos Jogos Olímpicos 2020, em 7 de setembro de 2013, foi uma grande festa, a população queria muito, pois lembrava as Olimpíadas de 1964, que naquela época foi marcada como um renascimento do país.

    “Dezenove anos antes [de 1964], o Japão estava devastado pela guerra. Bombas atômicas [estavam sendo lançadas] no sul do país, em Hiroshima e Nagasaki, a capital Tóquio tinha sido devastada por um incêndio, com bombas incendiárias que foram lançadas. Isso foi muito marcante para eles”, explicou Gomes.

    E continuou: “Dezenove anos depois eles renascem para o mundo: inauguram o trem-bala, as cidades se modernizam. Por isso, eles ficaram muito empolgados para fazer os jogos de novo.”

    Mas a pandemia da Covid-19 atingiu todo o mundo e uma “ducha de água fria” foi jogada nos japoneses. “Havia uma intenção de relembrar a situação de Fukushima, que foi devastada por um tsunami em 2011, nesses Jogos Olímpicos. Eles queriam mostrar o renascimento da região. Mas ninguém lembra mais disso, porque só se fala em pandemia”, disse Gomes. 

    “Então, naturalmente, a população está um tanto contra os jogos, mas ao mesmo tempo existe uma empolgação, que é de trazer o mundo de volta olhando para o Japão.”

    (Publicado por: André Rigue)

    Mais Recentes da CNN