Técnico da seleção brasileira de esgrima morre com suspeita de coronavírus

Gennady Miakotnykh tinha 79 anos. Confirmação sobre infecção por COVID-19 só sairá na sexta-feira

Gennady Miakotnykh, treaindor da seleção brasileira de esgrima
Gennady Miakotnykh, treaindor da seleção brasileira de esgrima Foto: Reprodução/ E.C. Pinheiros

Ouvir notícia

Técnico da seleção brasileira de esgrima, o russo Gennady Miakotnykh morreu nesta quarta-feira (25), aos 79 anos. A suspeita da causa da morte é o novo coronavírus (COVID-19), pelos sintomas apresentados. A confirmação, porém, só sairá na sexta-feira, após resultado de exame.

“Mestre D’armas”, como era conhecido, morava há 20 anos no Brasil e também era treinador da modalidade no Esporte Clubes Pinheiros. 

Recentemente, Miakotnykh esteve na Europa e nos Estados Unidos, onde ocorreria o Grand Prix de Florete – competição cancelada por conta da pandemia. 

Em nota de pesar, a Confederação Brasileira de Esgrima (CBE) relembrou a trajetória do treinador, que dedicou toda uma vida ao esporte seja como atleta, “seja como formador e, também, como vitorioso treinador de atletas de alto rendimento”.

 

Mais Recentes da CNN