“Tenho sorte em estar vivo”, comenta Lewis Hamilton sobre acidente em corrida

Heptacampeão mundial colidiu com Max Verstappen, atual líder do campeonato, e foi salvo por halo do carro da Mercedes

Ben Morseda CNN

Ouvir notícia

O Grande Prêmio da Itália foi cheio de drama no domingo, quando Lewis Hamilton e Max Verstappen colidiram e foram ambos posteriormente desclassificados do restante da corrida.

A dupla, que está no topo da classificação do campeonato de Fórmula 1, ficou roda a roda na 26ª volta.

Com Hamilton espremendo Verstappen, o piloto holandês apareceu direto de uma curva, voando para o ar e pousando em cima do carro de Hamilton.

Verstappen pode ser ouvido no rádio de sua equipe dizendo: “É o que se ganha quando não se deixa o espaço”.

Ambos os motoristas puderam se afastar do incidente. A FIA, órgão dirigente mundial do automobilismo, anunciou que o incidente seria investigado após a corrida.

Após a apuração das imagens do acidente entre os pilotos, a Fórmula 1 decidiu punir Max Verstappen com um rebaixamento de três posições no Grande Prêmio da Rússia, que acontecerá no dia 26 de setembro.

Os dois pilotos quase entraram em contato no início da corrida, quando vieram de roda a roda em uma batalha pela segunda posição na volta inicial.

“Ele me empurrou”, disse Hamilton, sete vezes campeão mundial, pelo rádio.

Após a corrida, Hamilton disse aos repórteres que se sentia “sortudo por estar vivo”.

“Estou correndo há muito, muito tempo”, disse ele. “Estou muito grato por ainda estar aqui. Sinto-me incrivelmente abençoado por saber que alguém estava cuidando de mim hoje.

“É um grande choque. Estamos correndo riscos e só quando se experimenta algo assim é que se tem o verdadeiro choque, se olha para a vida e para como todos nós somos frágeis”.

Hamilton acrescentou: “Acho que nunca fui atingido na cabeça por um carro antes. Se você olhar para as imagens, minha cabeça está realmente inclinada. A roda traseira pousou no halo e a parte interna do pneu foi na minha cabeça”.

“Preciso ver um especialista para ter certeza de que estou bem para a próxima corrida, porque meu pescoço está ficando cada vez mais rígido”, declarou.

Hamilton e Verstappen na brita. Ambos abandonaram corrida na segunda volta / Reprodução/F1TV

Para além do ocorrido, Daniel Ricciardo teve um desempenho calmo e contido para vencer sua primeira corrida da temporada.

O australiano ultrapassou Verstappen antes da primeira curva da primeira volta, saiu do segundo lugar e liderou a maior parte da corrida.

Seu colega de equipe, Lando Norris, fez a vitória se tornar uma dobradinha da McLaren, terminando em segundo lugar à frente do piloto da Mercedes, Valtteri Bottas.

E para comemorar, Ricciardo tirou seu sapato, encheu-o de champanhe e o bebeu. Até mesmo seu colega de equipe Norris participou das comemorações do “shoey”.

“Liderar literalmente do começo ao fim, não creio que nenhum de nós esperava isso”, disse ele depois. “Havia algo em mim na sexta-feira. Eu sabia que algo de bom iria acontecer”.

Mais Recentes da CNN