Tom Brady lidera Tampa Bay Buccaneers rumo à 1ª vitória no playoff desde 2002

Atleta completou 22 de 40 passes para 381 jardas e foi responsável por dois touchdowns

Tom Brady durante partida da NFL, jogando pelo Tampa Bay Buccaneers
Tom Brady durante partida da NFL, jogando pelo Tampa Bay Buccaneers Foto: Julio Cortez/AP

Lauren M. Johnson, da CNN

Ouvir notícia

O mundo dos esportes já sabe que Tom Brady é o maior quarterback de todos os tempos, mas ele provou isso para o Tampa Bay neste fim de semana, depois de liderar os Buccaneers em sua primeira vitória nos playoffs desde 2002.

Derrotar o Washington Football Team já seria impressionante, mas se soma a isso o fato de que os Bucs nem sequer apareciam nos playoffs desde 2007, o que dá ainda mais peso ao momento.

“Qual é, esse é Tom Brady!”, disse o jogador Leonard Fournette, do Bucs, depois do jogo de sábado. “Nem precisa pensar muito a respeito. É o garoto… Temos fé nele. Vamos nos proteger ao máximo para que ele tenha certeza de que consegue fazer aquele lançamento. Esse é o nosso trabalho”.

Brady completou impressionantes 22 de 40 passes para 381 jardas e foi responsável por dois touchdowns.

Ainda assim, o astro não conseguiria fazer isso sem seus companheiros. Mike Evans liderou a equipe com seis recepções para 119 jardas, e conseguiu mesmo após um início questionável.

Leia e assista também:

NFL define playoffs; veja jogos e quais times ainda poderão estar no Super Bowl

Jogos de Tóquio vão desembolsar US$900 milhões em medidas contra o coronavírus

“Mike jogou muito”, Brady disse à mídia após o jogo. “Ele se machucou na semana passada. Não tínhamos certeza se ele iria jogar ou não. Ele simplesmente teve um desempenho incrível lutando ao longo do jogo e conseguiu um monte de jogadas importantes quando precisávamos”.

O próximo oponente do Buccaneers será decidido no domingo (17). Eles receberão os Rams ou enfrentarão os Saints em Nova Orleans.

“É algo imenso”, disse o técnico Bruce Arians na coletiva de imprensa. “Eu só queria poder jogar em casa, mas não podemos, a menos que certas coisas caiam. E eu gostaria que o estádio estivesse lotado”.

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).

Mais Recentes da CNN