Vela: Falta de ventos adia regata da medalha de Martine e Kahena para terça

Brasileiras ocupam a segunda posição após 12 etapas da classe 49erFX nas Olimpíadas

Ouro em 2016, Martine Grael e Kahena Kunze tiveram a regata da medalha adiada para terça-feira
Ouro em 2016, Martine Grael e Kahena Kunze tiveram a regata da medalha adiada para terça-feira Foto: Phil Walter - 27.jul.2021/Getty Images

Leandro Silveira, colaboração para a CNN

Ouvir notícia

Ficou para esta terça-feira (3) a regata que pode dar às velejadoras brasileiras Martine Grael e Kahena Kunze a segunda medalha olímpica. Marcada inicialmente para esta segunda, a medal race da classe 49erFX nas Olimpíadas de 2020 precisou ser adiada em função da falta de ventos na Baía de Enoshima. A disputa começara à 0h33 (no horário de Brasília).

A medal race estava agendada para as 2h33 desta segunda-feira (2), mas a falta de boas condições climáticas desde o início do dia já havia provocado o adiamento de regatas de outras classes da vela. E, posteriormente, com os ventos não superando os seis nós, se entendeu que não haveria condições para velejar.

Com duas vitórias nos 12 eventos realizados até agora em Tóquio, Martine e Kahena chegaram à regata decisiva das Olimpíadas de Tóquio em ótimas condições, pois ocupam a segunda posição na classificação geral. Elas estão com os mesmos 70 pontos perdidos das holandesas Annemiek Bekkering e Annette Duetz, em vantagem apenas pelos critérios de desempate. E a terceira posição é ocupada pelas alemãs Tina Lutz e Susann Beucke, com 73 pontos.

‘Estaremos preparadas para dar nosso melhor’

Campeãs olímpicas no Rio-2016, Martine e Kahena são, hoje, os principais nomes da vela brasileira. E elas mantiveram o alto nível na preparação para os Jogos de Tóquio, tanto que foram vice-campeãs mundiais em 2017 e 2019 e medalhistas de ouro no Pan de 2019.

“Hoje, as condições eram ruins pra fazer regata. E já que temos dias reservados caso isso acontecesse, eles vão usar e tentar fazer amanhã, para quando a previsão é boa. O velejador tem que saber comer o prato que está na mesa, então vamos nos adaptar e estaremos preparadas para dar nosso melhor amanhã”, disse Martine à TV Globo.

Além da medal race da classe 49erFX, as demais regatas marcadas para esta segunda-feira na Baía de Enoshima também foram adiadas pela falta de ventos. Assim, Ana Luiza Barbachan e Fernanda Oliveira não foram para a água na classe 470. E a regata da medalha da 49er masculina também não aconteceu.

A mudança na programação fará com que o porto de iates de Enoshima receba quatro medal races nesta terça, pois as disputas pelo ouro nas classes Finn e Nacra 17 estavam previamente agendadas para essa data.

Mais Recentes da CNN