Velório de Maradona é encerrado após confusão

Confusão em frente à Casa Rosada começou após família pedir encerramento do velório do ídolo argentino

Da CNN

Ouvir notícia

 

O velório público de Diego Maradona foi encerrado no fim da tarde desta quinta-feira (26) após confrontos entre a polícia e fãs que faziam fila para prestar suas últimas homenagens ao ídolo. Um tumulto começou por volta das 16h, quando a família de Maradona solicitou à polícia que a fila formada em frente à Casa Rosada, sede do governo da Argentina e onde era celebrado o velório, fosse encerrada.

O desejo da família é enterrar o corpo de Maradona ainda nesta quinta-feira (26), no Cemitério da Bela Vista, a cerca de 40 km do local do velório, na região metropolitana de Buenos Aires. A polícia precisou dispersar o público, que formava uma extensa fila desde o início da manhã. A maioria, segundo a imprensa local, ainda não tinha conseguido entrar para prestar uma última homenagem ao ídolo.

Leia também:

Fãs se despedem de Maradona na Argentina; confusão ocorre na formação da fila
Autópsia preliminar indica que Maradona morreu por insuficiência cardíaca aguda
‘Nunca nos deixamos levar por rivalidade’, diz Zico sobre Maradona

O velório começou às 6 horas. Logo na abertura, a polícia precisou controlar a multidão, que tentou derrubar as grades que serviam para organizam as filas na Praça de Maio. Quem passa pelo caixão só pode permanecer por alguns segundos, mas muitos fazem questão de deixar camisas ou flores, além de cantarem emocionadas. 

Maradona morreu nesta quarta-feira (25) por insuficiência cardíaca aguda.  Autoridades locais estimam que cerca de 1 milhão de fãs do jogador devem passar pelo velório. Segundo a agência Reuters, o enterro será às 18h, em um cemitério particular onde os pais de Maradona também estão enterrados, na área metropolitana de Buenos Aires.

(Publicado por Leonardo Lellis)

Mais Recentes da CNN