Verstappen vence GP da Espanha e assume liderança no mundial de Fórmula 1

Piloto da Red Bull herdou primeira posição da corrida após Charles Leclerc, da Ferrari, abandonar por problemas mecânicos e agora lidera campeonato por 6 pontos

Max Verstappen, da Red Bull, cruza linha de chegada do GP da Espanha na primeira posição
Max Verstappen, da Red Bull, cruza linha de chegada do GP da Espanha na primeira posição Mark Thompson/Getty Images (22.mai.2022)

Murillo Ferrarida CNN*

Ouvir notícia

Max Verstappen, atual campeão mundial de Fórmula 1, venceu o GP da Espanha neste domingo (22), em uma dobradinha da Red Bull, e assumiu a liderança geral na temporada 2022 da categoria.

A vitória, à frente do seu companheiro de equipe, Sergio Pérez, foi a terceira seguida para o holandês, que havia terminado na primeira posição em Imola e Miami.

Agora, após seis corridas disputadas, Verstappen está seis pontos à frente de Charles Leclerc, da Ferrari, que abandonou a corrida com problemas mecânicos em seu carro – o monegasco havia largado da pole position na Espanha.

O britânico George Russell, da Mercedes, ficou na terceira posição e completou o pódio da etapa disputada no Circuito de Barcelona. Carlos Sainz, da Ferrari, terminou em quarto, depois de uma corrida de recuperação marcada por uma largada ruim e uma rodada.

Desespero de Leclerc

O jovem piloto da Ferrari liderava confortavelmente o GP da Espanha, mas uma súbita perda de potência antes da metade da prova causou seu abandono.

“Não, não, não! Perda de potência”, gritou o piloto da Ferrari pelo rádio quando viu escapar uma vitória aparentemente certa pela falha do motor.

“Eu não tinha indicações antes disso. Ele [o motor] simplesmente quebrou e perdeu completamente a energia”, disse o piloto, em entrevista à emissora Sky Sports.

Verstappen também sofreu com problemas intermitentes com o sistema de redução de arrasto de seu carro (DRS), levando a muitos xingamentos pelo rádio. Ele também teve uma saída de pista na curva quatro durante a oitava volta.

“Estava com muito vento na traseira perdi o controle. Meu DRS nem sempre estava funcionando. Isso tornou muito difícil, mas conseguimos usar a estratégia para chegar à frente. Foi um começo difícil, mas um bom final”, disse ele.

“Tentei manter o foco. Não é legal quando coisas assim acontecem. Estou muito feliz por vencer e feliz por Checo (Pérez). É um ótimo resultado para a equipe.”

Charles Leclerc, da Ferrari, abandona GP da Espanha por problemas mecânicos; monegasco perdeu liderança da prova e do campeonato de F1
Charles Leclerc, da Ferrari, abandona GP da Espanha por problemas mecânicos; monegasco perdeu liderança da prova e do campeonato de F1 / Dan Istitene – Formula 1/Formula 1 via Getty Images (22.mai.2022)

Corrida de recuperação de Hamilton

O heptacampeão mundial Lewis Hamilton ficou na quinta posição com uma boa recuperação depois de um toque na primeira volta com a Haas de Kevin Magnussen que o deixou em 19º.

Ele foi ultrapassado por Sainz nas voltas finais depois que a Mercedes o alertou sobre um problema grave de resfriamento em seu motor.

Valtteri Bottas, da Alfa Romeo, foi sexto, à frente de Esteban Ocon, da Alpine, e Lando Norris, da McLaren, em oitavo.

O bicampeão mundial Fernando Alonso terminou em nono após largar na parte de trás do grid, e Yuki Tsunoda, da AlphaTauri, conquistou o ponto final em disputa na Espanha.

(*Com informações da Reuters)

Mais Recentes da CNN