Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Apesar da piada de Elon Musk, quanto custaria comprar o Manchester United?

    Desde 2005, o clube inglês é propriedade dos Glazers, uma família americana que também é dona do Tampa Bay Buccaneers

    Da CNN em Espanhol

    Elon Musk fez novamente uma oferta para comprar uma grande empresa, mas depois desistiu. Só que desta vez ele esclareceu que era uma piada.

    Musk, que é a pessoa mais rica do mundo, disse no Twitter na quarta-feira que compraria o clube de futebol inglês Manchester United, mas depois disse que não, que não compraria “nenhum equipamento esportivo”.

    Apenas algumas horas antes ele havia dito que compraria o clube de futebol inglês, mas não deu detalhes. E os torcedores do Manchester United, que atualmente estão insatisfeitos com a falta de resultados na liga, já haviam instado Musk no Twitter a considerar a compra do clube. E como Musk tem um histórico de twittar não convencional e irreverente, às vezes é difícil dizer quando ele está brincando.

    Agora, se Musk fosse encorajado a comprar o clube inglês, de quanto deveria ser o cheque? Quanto custa o Manchester United no mercado?

    O Manchester United é um dos nomes mais famosos do futebol mundial, mas está atualmente em uma crise esportiva em meio a pedidos furiosos de torcedores para que os atuais proprietários do clube, a família americana Glazer, deixem o cargo.

    O United pode não ter conquistado um troféu desde 2017, mas de acordo com a Forbes, o valor do clube em maio de 2022 era de US$ 4,6 bilhões (cerca de R$ 22 bilhões).

    Os ganhos da equipe na temporada 2020-21 foram de US$ 663 milhões (R$ 3,3 bilhões), segundo a Forbes, e seus ganhos com serviços públicos totalizaram US$ 128 milhões  R$ 648 milhões).

    A realidade é que este time não é bom o suficiente há vários anos e o clube está em um estado perpétuo de reconstrução fracassada.

    Desde 2012, os gastos líquidos da United são de US$ 1,18 bilhão (R$ 5,9 bilhões). O clube pagou US$ 1,7 bilhão (R$ 8,5 bilhões) em transferências e recebeu 470 milhões US$ 516 milhõe (R$ 2,3 bilhões) em vendas de jogadores, de acordo com um estudo publicado pelo grupo de pesquisa independente CIES Football Observatory, com sede na Suíça.

    A equipe que foi construída é sem dúvida talentosa, mas faltou identidade desde a saída do técnico Alex Ferguson em 2013.

    Quem são os donos do Manchester United?

    Desde 2005, o Manchester United é propriedade dos Glazers, uma rica família americana que também é dona do Tampa Bay Buccaneers da NFL.

    Mas a família nunca conquistou de verdade os torcedores do clube inglês, um dos maiores do mundo.

    “Depois de dezesseis anos, nenhum membro da família Glazer sequer conversou conosco”, disse o Manchester United Supporters Trust (MUST), um grupo de mais de 200 mil torcedores do clube, em comunicado em maio de 2021.

    O descontentamento dos torcedores do United com os Glazers se intensificou depois que seis dos principais clubes da Inglaterra se inscreveram em abril do ano passado para participar da fracassada Superliga Europeia (ESL), uma competição multimilionária composta por 12 das equipes mais importantes do futebol europeu. O Manchester United foi um dos 12 clubes.

    Quando a família Glazer assumiu o clube, os torcedores que falaram com a CNN temiam que ele se endividasse e que a família estivesse interessada apenas em sua marca, rivalizada apenas pelo Real Madrid, e nas receitas. O Manchester United era um clube sem dívidas antes dos Glazers comprarem o time.

    De acordo com as últimas contas do clube publicadas em 4 de março de 2021, a dívida líquida do clube é de US $ 630,7 milhões (R$ 3,1 bilhões). Em dezembro de 2019, antes do início da pandemia de coronavírus, a dívida líquida do clube atingiu US$ 283,16 milhões (R$ 1,4 bilhão).

    Os Glazers visaram um investimento líquido de US$ 240,3 milhões (R$ 1,2 bilhão) em aquisições de jogadores entre 2019 e 2021, mais do que qualquer outro grande clube europeu. Somou mais de US$ 1,081 milhões de dólares (R$ 4,5 bilhões) desde 2013.

    E em desfavor dos torcedores do Manchester, os torcedores do United há vários anos imploram à família Glazer para vendê-lo, acreditando que a principal prioridade dos americanos é ganhar dinheiro, com o sucesso em campo em um distante segundo lugar.

    Palmarés e outros dados

    Desde a aposentadoria de Alex Ferguson em 2013, o Manchester United conquistou apenas três troféus: a FA Cup com Van Gaal em 2016, e a Copa da Liga e a Liga Europa com José Mourinho no ano seguinte, mas nenhum dos principais prêmios. O United venceu a Premier League pela última vez há nove anos.

    A equipe inglesa, que joga na Premier League, primeira divisão do futebol inglês, foi campeã inglesa 20 vezes.

    Tem 33 jogadores contratados, dos quais 60% são estrangeiros, segundo dados atualizados até agosto de 2022.

    Entre os jogadores mais destacados estão o português Bruno Fernandes, médio-ofensivo, cujo valor de mercado é de 85 milhões de euros (R$ 448 milhões), segundo a TransferMarkt; e Jadon Sancho, cujo valor de mercado ronda os 75 milhões de euros (R$ 393 milhões). Também no plantel está o craque português, Cristiano Ronaldo, 37 anos, cujo futuro no futebol internacional é incerto.

    Seu estádio é Old Trafford, na Inglaterra, com capacidade para quase 75 mil espectadores.

    O Manchester, que tem sede no norte da Inglaterra, tem mais de 32 milhões de seguidores em sua conta principal no Twitter e, quando Musk falou em comprar o clube, em quatro horas conseguiu quase 400 mil curtidas na plataforma.

    Com informações de Matias Grez, Ben Morse, Ben Church da CNN, e Reuters.

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original