Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Atlético-MG demite técnico “El Turco” Mohamed e seus auxiliares

    Rescisão com comandante argentino acontece após empate do Galo com o Cuiabá nesta quinta (21)

    Antonio "El Turco" Mohamed
    Antonio "El Turco" Mohamed Reuters

    Léo Lopesda CNN

    em São Paulo

    O Atlético-MG anunciou, nesta sexta-feira (22), a demissão do técnico Antonio “El Turco” Mohamed e seus auxiliares.

    A decisão aconteceu após o Galo empatar, nesta quinta, com o Cuiabá, na Arena Pantanal, por 1 a 1.

    Pelo Twitter, o perfil do Atlético escreveu: “El Turco e seus auxiliares foram desligados hoje pela manhã, pelo presidente Sérgio Coelho e o diretor de futebol Rodrigo Caetano.”

    No próximo jogo do clube, o auxiliar técnico permanente Lucas Gonçalves comandará o time contra o Corinthians, neste domingo, no Mineirão.

    “O Clube agradece ao treinador pelos serviços prestados e deseja a ele sucesso na sequência da carreira”, afirmou o Atlético-MG.

    Em sete meses de passagem pelo clube mineiro, El Turco foi campeão estadual e conquistou a Supercopa. Foram 45 jogos, 27 vitórias, 13 empates e cinco derrotas.

    Em jogo com gols nos acréscimos de estreantes, Atlético-MG empata com Cuiabá

    Em um jogo com gols nos acréscimos dos estreantes Alan Kardec e Gabriel Pirani, o Atlético-MG ficou no 1 a 1 com o Cuiabá, na Arena Pantanal, nesta quinta-feira (21).

    O resultado aumentou as cobranças sobre o trabalho do técnico Antonio Mohamed e faz o time encerrar a 18ª rodada do Campeonato Brasileiro na terceira posição.

    Já atrás do Palmeiras antes do início da penúltima jornada do primeiro turno, a equipe também foi ultrapassada pelo agora vice-líder Corinthians, com 32 pontos, assim como o Atlético-MG, que tem uma vitória a menos – 9 a 8. O Cuiabá, por sua vez, consegue permanecer fora da zona de rebaixamento, com 20 pontos.

    Na partida, chamou a atenção a falta de força ofensiva do Atlético-MG, que não teve Hulk, seu artilheiro, poupado, sendo substituído por Fábio Gomes. Além disso, o time promoveu, na na etapa final, a estreia de reforços para o setor – Pavón, Pedrinho e Alan Kardec, autor do gol da equipe, aos 48 minutos. Mas outro estreante, Gabriel Pirani, marcou ainda mais perto do apito final, aos 53, definindo a igualdade para o Cuiabá.

    O resultado amplia a série invicta do Atlético-MG no Brasileirão, para sete jogos, com 4 vitórias e 3 empates, mas não deixa de ser decepcionante, seja pela atuação ruim diante de um time que deverá brigar apenas para evitar o rebaixamento e com Igor Rabello salvando o Galo de ser vazado duas vezes com cortes quase em cima da linha, ou mesmo por ceder a vantagem após ficar tão próximo da vitória.