Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Bahia lamenta assassinato de médico no Rio de Janeiro: “Usava a nossa camisa”

    Perseu Ribeiro Almeida foi morto a tiros nesta madrugada, na Barra da Tijuca, em um crime bárbaro na capital fluminense

    Perseu Almeida era torcedor do Bahia
    Perseu Almeida era torcedor do Bahia Reprodução/Redes Sociais

    Daniel Lealda Itatiaia

    O Bahia emitiu, ao fim da manhã desta quinta-feira (5), uma nota em que lamenta a perda do torcedor Perseu Ribeiro Almeida. O baiano foi um dos três médicos assassinados nesta madrugada, na Praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste da Rio de Janeiro.

    O caso está sendo investigado pela delegacia de Homicídios da capital fluminense. A principal linha de investigação é o crime de execução, já que nenhum pertence dos médicos foi levado pelos criminosos. Perseu usava uma camisa do Bahia quando foi morto.

    “Com imenso pesar, o Esquadrão lamenta o falecimento do médico baiano Perseu Ribeiro Almeida, nesta madrugada, no Rio de Janeiro. Perseu usava a camisa do Bahia no momento do trágico episódio, ao lado dos colegas de profissão Diego Bomfim e Marcos Corsato, e foi sócio tricolor entre 2019 e 2021”, lamentou o Bahia.

    “Perseu havia acabado de completar 33 anos, na terça-feira, enquanto participava de um congresso de ortopedia na cidade. Nosso repúdio e solidariedade a familiares e amigos”, completou o clube.

    O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (5). Imagens de câmeras do local mostram toda a ação criminosa. Três médicos ortopedistas morreram na hora — e um ficou ferido — após serem baleados.

    Os quatro foram socorridos por bombeiros. Marcos de Andrade Corsato, Perseu Ribeiro Almeida e Diego Ralf de Souza Bomfim — que era irmão da deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP) — morreram no local. Um outro médico está internado.


    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original