Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Brasil nunca foi campeão sem jogadores do São Paulo e do Palmeiras

    Lista dos 26 jogadores que defenderão a Seleção Brasileira no Catar não conta com atletas do São Paulo; Weverton, goleiro do Palmeiras, representará a equipe alviverde

    Lucas SchroederMurillo Ferrarida CNN

    em São Paulo

    Nas cinco conquistas de Copa do Mundo, a Seleção Brasileira sempre contou com a participação de jogadores do São Paulo e do Palmeiras. Após a convocação anunciada pelo técnico Tite nesta segunda-feira (7), apenas a equipe alviverde, representada pelo goleiro Weverton, pode manter a tradição caso o Brasil se torne hexacampeão no Catar.

    No primeiro título da Seleção, na Copa do Mundo da Suécia, em 1958, o grupo comandado por Vicente Feola contava com laterais De Sordi e Mauro Ramos e o meio-campista Dino Sani, todos do São Paulo, além do atacante Mazzola, do Palmeiras.

    Quatro anos mais tarde, na conquista do bicampeonato no Chile, o time do treinador Aymoré Moreyra tinha os zagueiros Bellini e Jurandir, do São Paulo. A eles se juntaram o lateral Djalma Santos, o meio-campista Zequinha e o atacante Vavá, todos do Palmeiras.

    Na campanha do tricampeonato, em 1970, o meio-campista Gérson foi o único representante do São Paulo na equipe treinada por Zagallo. Pelo lado palmeirense, o goleiro Emerson Leão e o zagueiro Baldocchi defenderam a Canarinha.

    Mais de duas décadas depois, na Copa do Mundo dos Estados Unidos, em 1994, o São Paulo cedeu quatro jogadores para o grupo do técnico Carlos Alberto Parreira: Zetti (goleiro), Cafu (lateral), Leonardo (meio-campista) e Muller (atacante). Os meias Mazinho e Zinho representaram a equipe alviverde.

    Em 2002, na conquista do pentacampeonato, o São Paulo foi representado pelo goleiro Rogério Ceni (ídolo do clube), o lateral Belletti e o meio-campista Kaka. Já o Palmeiras cedeu o goleiro Marcos, titular da equipe comandada pelo técnico Felipão.

    Jogos do Brasil

    Os torcedores brasileiros que estão ansiosos para a estreia da Seleção Canarinha terão de esperar alguns dias depois da abertura, em 20 de novembro.

    O primeiro jogo do Brasil será no dia 24 de novembro, contra a Sérvia, às 16h (horário de Brasília).

    O Brasil está no Grupo G, com Camarões, Sérvia e Suíça. Se avançar para as oitavas de final, enfrentará um dos dois primeiros colocados do Grupo H, que tem Portugal, Uruguai, Gana e Coreia do Sul. Clique aqui para entender o caminho completo do Brasil até a final e quem pode enfrentar.

    A Seleção Brasileira tem bom retrospecto diante desses adversários. Contra a Sérvia, são dois jogos e duas vitórias; contra Camarões, o maior número de triunfos: cinco vitórias e uma derrota; e contra a Suíça, o histórico mais equilibrado: três vitórias, quatro empates e duas derrotas.

    Veja os dias e horários de jogos do Brasil na fase de grupos:

    • Brasil x Sérvia – quinta-feira, 24 de novembro – 16h (horário de Brasília)
    • Brasil x Suíça – segunda-feira, 28 de novembro – 10h (horário de Brasília)
    • Brasil x Camarões – sexta-feira, 2 de dezembro – 16h (horário de Brasília)