Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Clube ucraniano “renasce” no Brasil e empata no retorno aos gramados

    FC Mariupol retornou a entrar em campo após 435 dias

    Leonardo Parrelada Itatiaia

    A parceria entre a Associação Atlética Batel e o FC Mariupol saiu do papel e foi para o campo. Usando as cores e o nome do clube ucraniano, a equipe empatou por 1 a 1 com o Campo Mourão – em Guarapuava, interior do Paraná. O jogo foi disputado no último domingo.

    As equipes entraram em campo com as bandeiras de Brasil e Ucrânia. Hinos dos dois países foram tocados antes do jogo. A cidade de Guarapuava tem forte presença de descendentes de ucranianos.

    O vice-presidente do FC Mariupol, Andriy Sanin, assistiu a partida por meio de uma transmissão na internet. O dirigente, que atualmente vive em Kiev, se emocionou com o momento.

    Foi o primeiro jogo em 435 dias. A última partida do FC Mariupol havia sido num amistoso contra o Karparty Lviv, em fevereiro de 2019. O clube venceu por 2 a 1.

    “Esse jogo representa a esperança, o renascimento. Tenho fé de que vamos voltar para a nossa cidade, mas enquanto isso não é possível, ver o FC Mariupol representado no futebol brasileiro, no país mais vitorioso desse esporte, é algo sem palavras”, disse o dirigente ucraniano.

    Entenda homenagem

    Mariupol é um município que fica cerca de 60 km da fronteira entre Rússia e Ucrânia. A cidade foi uma das mais prejudicadas em meio à invasão russa no território ucraniano. A equipe da cidade, também denominada Mariupol, está sem jogar desde 19 de fevereiro de 2022. Em função da situação da cidade após os ataques russos, o clube da cidade ficou inativo. Não só o clube, como boa parte da cidade teve sua infraestrutura destruída por conta da situação militar.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original