Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Conmebol faz campanha para Copa na Argentina, Paraguai, Chile e Uruguai em 2030

    Articulação foi iniciada em Doha, no Catar, nesta segunda-feira (21)

    Alejandro Dominguez (esq.), presidente da Conmebol, e Ignacio Alonso (dir.), presidente da Associação Uruguaia de Futebol, falam durante anúncio da candidatura conjunta de Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai para sediar a Copa do Mundo de Futebol Masculino de 2030
    Alejandro Dominguez (esq.), presidente da Conmebol, e Ignacio Alonso (dir.), presidente da Associação Uruguaia de Futebol, falam durante anúncio da candidatura conjunta de Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai para sediar a Copa do Mundo de Futebol Masculino de 2030 Sandro Pereyra/Getty Images

    Do Estadão Conteúdo

    O presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), Alejandro Domínguez, iniciou campanha a fim de levar a Copa do Mundo de 2030 para a América do Sul.

    A articulação aconteceu nesta segunda-feira (21), em Doha, durante a inauguração de um espaço chamado a “Árvore da Vida”, onde a grande atração fica por conta de dez associações membros, que têm seus nomes talhados no tronco juntamente com a assinatura de grandes ídolos como Pelé e Maradona.

    No evento, Domínguez fez uma metáfora para mostrar a intenção de organizar novamente um Mundial no continente sul-americano. “Se pudéssemos plantar uma árvore no deserto, não há dúvida de que também poderíamos organizar a Copa do Mundo em 2030”, afirmou dirigente da entidade.

    A Conmebol prepara uma candidatura conjunta de Argentina, Paraguai, Chile e Uruguai para sediar a Copa do Mundo de 2030. Os outros aspirantes a organizar a competição são Espanha e Portugal. Há ainda uma terceira opção com a Arábia Saudita trabalhando em uma proposta conjunta com a Grécia e o Egito.

    Domínguez entendeu o interesse dos outros países em sediar o Mundial de 2030, mas recorreu à marca do centenário do torneio para reforçar seus argumentos. A primeira Copa do Mundo de Futebol foi realizada no Uruguai em julho de 1930. Os uruguaios venceram a Argentina por 4 a 2 e tornaram-se campeões do primeiro evento organizado pela entidade.

    “A própria Fifa tem a obrigação de honrar essa memória. É legítimo que Espanha e Portugal considerem receber o evento. Mas 2030 é único porque marca os cem anos da primeira Copa. Parece justo que a festa volte para casa”, disse o presidente da Conmebol.

    A Fifa decidirá as sedes da próxima Copa do Mundo em 2024 em um congresso que reunirá suas 201 federações filiadas. Depois do Mundial no Catar, a edição de 2026 do torneio acontecerá no Canadá, Estados Unidos e México.