Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Diniz afirma que Endrick pode se tornar “lendário”

    Atacante de 17 anos foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira

    Endrick em treinamento com a Seleção Brasileira na Granja Comary
    Endrick em treinamento com a Seleção Brasileira na Granja Comary Joilson Marconne / CBF

    Marcel Rizzoda Itatiaia

    Uma imagem chamou a atenção das pessoas que acompanhavam o treinamento da Seleção Brasileira na manhã desta quarta-feira (15), no centro de treinamento da CBF na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio.

    O técnico Fernando Diniz foi ao encontro do atacante Endrick, o abraçou e conversou com ele por alguns minutos. Foi o último trabalho antes do jogo contra a Colômbia, nesta quinta (16), às 21h (de Brasília), em Barranquilla, pela quinta rodada das Eliminatórias para a Copa de 2026.

    O atacante do Palmeiras, de apenas 17 anos, ficará no banco na Colômbia. Mas a atenção especial de Diniz tem como objetivo tirar a pressão do talentoso jogador, que mesmo com badalados atletas no elenco, como Vini Jr e Rodrygo, acabou se tornando o grande foco da mídia e dos torcedores nesta Data Fifa de novembro.

    “Vou contribuir com o Endrick o máximo que conseguir, no pouco tempo que temos. Ele tem ótimo estafe no Palmeiras, com o Abel, e por isso tem esse desempenho nessa idade, e que o fez ser convocado. Mas temos que abaixar um pouco a expectativa, não temos que pressioná-lo”, afirmou Diniz.

    O treinador afirmou ainda ver um enorme potencial no atleta: “Ele é um garoto de 17 anos e tem que ser um garoto de 17 anos. Vejo nele um potencial gigantesco, pode se tornar um dos jogadores lendários do Brasil e do futebol, mas o tempo vai confirmar isso. E agora temos que deixá-lo leve, sem sobrecarregá-lo”.

    O ataque da Seleção Brasileira contra a Colômbia terá Rodrygo, Vini Jr, Raphinha e Gabriel Martinelli. Todos jovens, na casa dos vinte e poucos anos, porém mais experientes do que Endrick.

    No meio do ano que vem, inclusive, a joia palmeirense será companheira de Vini e Rodrygo no Real Madrid e será rival de Raphinha, do Barcelona, na LALIGA.

    “O Endrick está aqui na Seleção pelo mérito que ele tem hoje. Pelo que tem produzido hoje. Mas o que podemos exigir dele? Ser esse garoto de 17 anos, ele mesmo, com talento e que adora futebol”, disse Diniz.


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original